GREVE DOS PROFESSORES DE XINGUARA: REGISTRO HISTÓRICO DA RESISTENCIA

Por Antônio Guimarães

10273659_10204006233378847_1307549787948868615_nA greve dos professores da rede publica de ensino do município de Xinguara tem sido acompanhada por muitas pessoas em vários lugares do mundo através das redes sociais na internet.

As informações acabam, assim, rodando o planeta e, com isso, a participação num sistema interligado através da internet possibilita a manifestação de opiniões de quem, de alguma forma, não concorda com pratica de qualquer tipo de abuso.

Tem sido assim as manifestações de apoio expressadas em favor dos professores que se encontram de greve.

A noticia levada às pessoas onde, ao tomarem conhecimento, estes se solidarizam pela causa e pela luta por justiça.

Dessa forma, o sentimento de quem clama por justiça, conforme disse uma das professoras grevistas, já não é mais aumento salarial, mas, sobretudo, por melhores condições de trabalho.

10399433_10204006234218868_8660468979926490516_nEssa estrutura se torna necessária haja vista que vez por outra se sabe das precariedades que se encontram as escolas. São salas de aula com numero de alunos acima das condições de se poder trabalhar em melhores condições no acompanhamento junto ao aluno, é a merenda escolar que não tem regularidade na qualidade, são as goteiras que acabam molhando as salas de aula, enfim, segue-se ai uma quase infinita relação dos problemas dos quais parecem insolucionáveis pelo poder público.

Agora, para completar a lista desses descuidos por parte dos poderes, subtraem-se as normas da Lei de Diretrizes e Bases da Educação – LDB ao se infringir a garantia do ensino por quem tenha, por formação especifica, as condições de atuação no magistério.

Tais situações remetem-nos dos anos 90 pra trás onde se admitia em sala de aula leigos ou autodidatas.

Por fim, é importante ressaltar que, o impasse entre grevistas e prefeitura pode até ser uma resistência conforme as forças de cada parte, contudo, independentemente de qual seja a forma que venha ser resolvido esse impasse, dificilmente se apagará da história esse capitulo registrado na memória humana e nos meios de armazenamento da rede mundial de computadores, para isso, basta uns poucos cliques nos sites de buscas com apenas algumas palavras: GREVE DE PROFESSORES DE XINGUARA.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA