Saúde: Xinguara realiza triagem para Cirurgias de Catarata

Uma triagem para diagnosticar e realizar as cirurgias de catarata nos pacientes de Xinguara está sendo realizada nesta quinta-feira (2) e segue até o dia 4 (sábado) de novembro, no Hospital Municipal. A ação acontece nos períodos matutino e vespertino.

Esta é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Saúde em parceria com o Governo do Estado e tem o objetivo de detectar a doença em pacientes que necessitam passar por procedimento cirúrgico. Os pacientes estão sendo avaliados pelo oftalmologista, Edney Cabral, que realiza uma série de exames para diagnosticar a necessidade de realizar a cirurgia. A fase de cirurgias está prevista para ser iniciada já no dia 15 de novembro.

O prefeito de Xinguara, Osvaldinho Assunção (PSDB) acompanhou o início da triagem ao lado da secretária de saúde, Janaina Pereira. A secretária lembra que a perda da capacidade visual acarreta consequências adversas. “Nós sabemos que a diminuição da visão dá origem a problemas psicológicos, sociais e interfere na qualidade de vida, pois implica em perda de autoestima e em restrições ocupacionais. Por isso, o município de Xinguara trabalha para devolver a visão aos nossos pacientes”, afirmou Janaína.

Já o prefeito Osvaldinho, lembrou que há quatro anos uma força tarefa da saúde vem zerando a fila de espera por cirurgia de catarata no município. Nesse período cerca de 500 cirurgias de catarata já foram realizadas.

 O que é a catarata?

A catarata é uma doença encontrada no olho que faz com que a pessoa tenha a visão nublada e embaçada. Essa visão nublada faz com que o portador da catarata sinta dificuldade em realizar tarefas como ler, dirigir e até mesmo interpretar as expressões das pessoas. A catarata se desenvolve devagar e não perturba a visão desde o início, mas, com o tempo, ela acaba interferindo muito na vida do paciente.

O portador da catarata tem um bloqueio das cores e, muitas vezes, acaba por enxergar tudo na cor amarela, mas, quando a catarata é removida e substituída por uma lente intra-ocular, ele passa a enxergar essas cores novamente. A cirurgia é voltada para idosos com mais de 50 anos ou portadores de dificuldades na visão.

Conexão Pará

SEM COMENTÁRIO