A Feira Agropecuária de Xinguara não será realizada este ano

Sarah Calandrine tesoureira do SRX, Joel Lobato presidente e Márcio Bravos membro da diretoria
Dr. Joel Lobato na coletiva de imprensa
Dr. Joel Lobato na coletiva de imprensa

A cidade de Xinguara este ano, não será a mesma dos anos anteriores, a diferença é que, a Feira Agropecuária que é o evento mais esperado durante o ano, não será realizada em 2015. Alegando a falta de recursos, a diretoria do Sindicato Rural de Xinguara, decidiu em uma reunião realizada na sexta-feira 10 de abril, pelo cancelamento da festa.

A notícia se espalhou no inicio da noite do dia 10, logo após a noticia da não realização de festa ser postada via whatsapp, pelo Dr. Joel Lobato presidente do SRX, no grupo da diretoria, informando o que havia sido decidido, para membros da diretoria que não estava na reunião, alguém tirou um print da postagem do presidente e repassou a outros grupos, foi ai que as especulações começou.

Em uma coletiva concedida na manhã dessa segunda-feira (13) a imprensa, onde uma equipe desse site esteve presente, o presidente do SRX, Dr. Joel Lobato, explicou quais foram os motivos que levou a diretoria tomar a decisão da não realização da Feira Agropecuária de Xinguara (FAX), que acontece desde 1997, um dos mais tradicionais eventos do Estado do Pará.

Joel Lobato disse: “Seria uma tarefa fácil anunciar aqui hoje quais seriam os artistas contratados, como foi feito nos últimos três anos, mas a tarefa hoje é árdua, por que devo comunicar uma decisão da minha diretoria, tomada na última reunião ordinária na sexta-feira, onde ficou decidiu pela não realização da feira, pelos seguintes motivos, o primeiro deles, é a atual situação econômica que o país tem vivido atualmente, estamos ai em um ano de inflação alta, de desemprego e de incertezas, a feira tem um custo elevado, custo esse que nessa época do ano já tem que assinar contratos e comprometer o CNPJ do Sindicato, com despesas que montam mais de um milhão de reais, então, se a feira for um sucesso ou uma fracasso, este um milhão ou mais, tem que sair dos cofres do Sindicato e hoje não temos condições financeira de assumir uma responsabilidade dessas, em um ano de absoluta incertezas, foi por esse motivo e o mais importante que a diretoria decidiu pela não realização da feira este ano”. Afirmou o presidente

Quando perguntado que essa não é a primeira crise que o país tem enfrentado, e a FAX nunca deixou de ser realizada, será a crise maior que as outras, ou a diretoria atual está sendo menos competente do que as anteriores, ele preferiu dizer que. “Esta questão de competência não precisamos falar aqui, devemos observar que as últimas três feiras realizada pela nosso diretoria foram todas elogiada pela própria imprensa e por todos que frequentaram o parque, então a nossa competência está mostrada pelo nosso histórico, onde tivemos três festas muito aplaudida, não só em Xinguara, mas em todo país, onde pessoas de outras regiões nós visitaram e ficaram de boca e aberto, pela magnitude do evento que conseguimos realizar, percebemos que anos após anos um menor engajamento da sociedade local, não podemos penalizar a sociedade em geral, mas o comercio, as industrias que são pessoas que de fato aferem lucros com a realização da festa, ouve sem sombra de duvidas e tenho como provar com número um menor engajamento desse setor em nossa feira, então não será o SRX, que tem a responsabilidade primeira de defender o produtor rural sobre as agruras que esse setor vive”. Disse Joel Lobato

O presidente disse ainda que o Sindicato Rural, não terá nenhum prejuízo com o cancelamento da Feira Agropecuária, até porque não a nenhum contrato assinado, seja ele, com artistas ou, com quem quer que seja. Joel Lobato deixou claro que não á nenhum tipo de jogada de marketing com a decisão tomada, como ouve especulações de que o Sindicato cancela a festa e a prefeitura vem e anuncia que a FAX será realizada, ele disse que a diretoria está trabalhando com a realidade do caixa da entidade. “Sabemos o quanto gasta em uma festa dessas, no ano passado tivemos apenas 10 empresas local que montaram stands no nosso parque, na festa passada, apenas 65 empresas fizeram anuncio, desde um banner a uma pintura de muro, então temos um número reduzido de comparecimento de indústrias e até mesmo do comercio local na festa”.

Joel Lobato disse que é com muito aperto no coração e tristeza que comunica para a população da não realização da FAX, mas a realidade no momento obriga que a diretoria tome tal decisão. O presidente fez questão de dizer que com falsas promessas não se faz uma festa do tamanho da FAX, ele deu um exemplo que aconteceu em 2014, um convenio foi assinado com o Governo do Estado, convenho este que foi divulgado no diário oficial, onde o Governo Estadual repassaria 50 mil reais ao Sindicato, esse valor que obviamente contávamos com ele, o Governo não cumpriu com o compromisso e o dinheiro não entrou no caixa do SRX e nem vai entrar, pois o mandato agora é outro, mesmo sendo o mesmo Governador. Afirmou Joel Lobato

(Por: Roserval Ramos)