Polícia

Acusado de mandar matar o próprio pai está preso em Redenção

Por Roserval Ramos

Fábio Junior Borges, acusado de mandar matar o próprio pai estava foragido, mas foi preso no último sábado 28 de agosto, faltando dois dias para completar um mês que o crime foi cometido, o acusado foi preso em uma fazenda próximo ao Distrito Casa de Tabua.

Entenda o caso:

Fábio Junior Borges
Fábio Junior Borges

Fábio Junior é acusado de ser o mandante do duplo homicídio ocorrido no dia 30, de julho na Cidade de Bannach-PA. O crime abalou os moradores daquele município, por se tratar de uma família bastante conhecida, o casal de produtores rurais Firmino Borges e sua esposa Stefana Rodrigues da Silva, foram brutalmente assassinados dentro de casa, um filho do casal de apenas 10 anos de idade foi atingido com um golpe de faca, mas conseguiu fugir dos criminosos entrando em uma matagal.

Segundo as informações colhidas pela polícia de testemunhas e do próprio garoto que conseguiu escapar, três homens usando capuz, bateram na porta da casa e em seguida anunciou que era um assalto, a vitima Firmino Borges disse que tinha apenas R$ 800,00 (oitocentos reais), os assaltante disseram que era muito pouco, por isso todos iam morrer e começaram a disparar contra as vitimas.

Ao ouvir os tiros cerca de 10 homens da vizinhança foram até a casa de Firmino, mas ao chegarem se depararam com os corpos dele e de sua esposa Stefana caídos no chão da área da casa.

Fábio Junior Borges e sua namorada foram presos juntos, a polícia acredita que foram os dois que tramaram o crime, pois Fábio Junior é o único herdeiro legitimo de Firmino, o acusado teria oferecido para os pistoleiros a quantia de 50 mil reais e mais o carro do seu pai, o pagamento seria feito após o ele receber a herança. A polícia já sabe que, além dos acusados de ser os mandantes, mais quatro pessoas participaram do crime, entres ele um menor de idade. Todos já estão devidamente identificados e são da Cidade de Redenção

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo