Notícias

AFTOSA: Produtor rural terá até o dia 22 de junho para comprovar a vacina na Adepará

Gado VerdeA Campanha Estadual de Vacinação contra a Febre Aftosa/Etapa Maio 2016 teve seu prazo de notificação prorrogado do dia 15 até 22 de junho. Os produtores paraenses tiveram até o dia 31 de maio para vacinar seu rebanho, e o prazo para notificar no escritório da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará) onde sua propriedade é cadastrada, foi prolongado a partir de uma decisão conjunta da Agência e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

“Tivemos a necessidade da prorrogação por causa da procura grande nos últimos dias, o que congestionou o sistema. Mas, como não faltam muitas notificações, acreditamos que esse prazo será suficiente”, esclareceu o gerente do Programa Estadual de Erradicação de Febre Aftosa da Adepará, George Santos.

Campanha – A vacinação do rebanho de bovinos e bubalinos foi feita em território paraense, com as exceções do Arquipélago do Marajó e municípios de Faro e Terra Santa. A vacinação, que tem importância estratégica para a balança comercial do Estado, foi acompanhada em todos as suas etapas pela Adepará, apoiando os produtores rurais, para que fosse alcançado o mais alto índice vacinal.

O diretor Geral da Adepará, Luciano Guedes, no dia do início da campanha, salientou que “O Pará precisa se manter vigilante para garantir que as portas do mercado internacional continuem abertas para nossas exportações”. Desde 2014 o Pará possui o certificado de Estado livre da aftosa com vacinação. A estimativa inicial foi de que a vacinação abrangesse cerca, de 108 mil propriedades cadastradas pela Adepará em 129 municípios paraenses. Nos próximos dias, a Agência vai divulgar relatório do índice de vacinação obtido.

(Ascom Adepará Camila Moreira)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo