NotíciasXinguara

Após eleições de 2014, obras da feira coberta de Xinguara foram paralisadas

Por Roserval Ramos

Fotos: Roserval Ramos
Fotos: Roserval Ramos

Há um bom tempo que as obras da feira coberta de Xinguara estão paralisadas, o que tem deixado frustrado quem trabalha no local.

A empresa responsável pela obra, segundo informações apuradas pelos vereadores Luiz da Saúde (PCdoB) e Cição (PSB), não teve os valores pagos, o que impossibilitou a continuidade dos trabalhos.

Os pagamentos dos trabalhadores e fornecedores, pela empresa, foram sendo comprometidos pela falta de recursos. Mesmo não tendo responsabilidade direta sobre as obras, a prefeitura não tem dado nem um tipo de satisfação aos feirantes. Cição, que sempre tem ido à feira, lamenta a paralisação das obras, pois, segundo ele, “caso a reforma já tivesse sido concluída, certamente, traria melhores condições de trabalho para quem só tem aquele local como espaço para vender seus produtos”.

VEREADORES 2Ao saber e tomar conhecimento de que Zequinha Marinho, vice-governador, frequentemente, tem vindo a Xinguara, Cição disse que reivindicará a ele uma providência, “eu sempre tenho ouvido falar que o vice-governador tem vindo a Xinguara e se reunido com os assessores da prefeitura em um local que serve comida caseira, conhecido como “Os Coxinhas”, por isso vou pedir que ele visite a feira municipal para conhecer de perto a realidade em que se encontra as condições dos trabalhadores na feira”, sugere Cição.

AAAAs obras de reforma e revitalização no interior e entorno da feira coperta foram iniciadas em junho do ano passado e tinha como previsão de custo financeiro o valor de R$ 640.962,07, recursos do governo do Estado, além da contrapartida da prefeitura.

“Há um ano que as obras tiveram início e o prazo para entrega, que era de apenas 90 dias, não foi cumprido, com isso, a gente fica a se perguntar o porquê disso, pois, não dá para abandonar uma obra de grande importância para uma classe trabalhadora e para a população que também faz uso do espaço da feira”, questiona Cição.

AAAAA paralisação das obras aconteceu, logo após as eleições de 2014, o que foi frustrante para os feirantes, “por se tratar de um momento que era pré-eleitoral, veja que, segundo informações, o governo do Estado nada pagou à empresa, o que levou à paralisação das obras”, argumenta Luiz da Saúde.

Luiz disse também que o sistema de pagamento geralmente se dá de forma gradativa, “sempre que se executa uma etapa, as medições são feitas para que se efetuem os valores sobre o que foi feito”, informou ele.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo