EsporteNotícias

As regras do futebol sofrem 58 Alterações em 2016

Por Roserval Ramos

1489602_w2Árbitros, árbitros assistentes, jogadores, treinadores e dirigentes a partir de 2016 deverão ficar atentos, com a atenção redobrada em relação às mudanças nas regras do futebol, que não são poucas. A 130ª reunião realizada pela IFAB, em Cardiff, Capital do País de Gales, no dia 05 de março de 2016, aprovou por unanimidade, ampla revisão das regras do jogo pela subcomissão da IFAB.

A IFAB – International Footbal Association Board, é a entidade responsável pelas regras do jogo no mundo inteiro e associações nacionais de futebol. Confederações e competições não estão autorizadas a alterar as regras sem a permissão da IFAB.

A International Board se reúne duas vezes por no na Assembleia Geral Ordinária, que acontece entre fevereiro e março com os representantes das associações e da FIFA para decidirem eventuais mudanças nas regras que regulamentam o futebol e no encontro anual de negócios, realizado entre setembro e outubro, quando os países debatem e decidem assuntos internos.

As regras com as novas mudanças estariam prevista para começarem a serem aplicadas neste mês de junho, mas a CBF – Confederação Brasileira de Futebol resolveu a usa-las já no inicio do Campeonato Brasileiro. Todas as competições oficiais deverão aplicar a nova regra.

Vejam algumas das principais mudanças que aconteceram nas regras do futebol:

Inicio e reinicio do jogo: Na antiga regra a bola só podia ser tocada para frente, agora a bola pode ser tocada para qualquer lado, inclusive para trás, o motivo dessa mudança é dar agilidade ao jogo.

Falta fora do campo de jogo: Nessa regra ouve uma mudança que vai dar o que falar e está relacionado à penalidade máxima, antes a falta cometida fora do campo de jogo, o infrator era punido com cartão amarelo e a falta seria cobrada com tiro livre direto, tudo isso continua, só que a grande mudança é que se a falta for cometida nos limites da área, será marcado tiro penal. Ainda relacionado à penalidade máxima, a mudança é sobre o goleiro que se adiantar no momento da cobrança da penalidade, antes o jogador era advertido verbalmente, agora já na primeira inflação o goleiro será punido com cartão amarelo, se reincidir recebe o segundo amarelo e posteriormente o vermelho e está fora do jogo.

Ainda falando da penalidade, se por um lado o goleiro foi prejudicado, por outro ele será beneficiado, antes se o goleiro ao tentar fazer uma defesa derrubasse o adversário, sendo o último homem ele seria expulso, agora não como ele disputou a bola dentro da área será punido apenas com cartão amarelo.

Ouve alterações em alguns nomes de regras. Por exemplo: A regra 3 que se chamava “número de jogadores”, mudou para “jogadores”. A regra 6 – “os árbitros assistentes”, agora são chamados “os outros árbitros da partida”.

As propagandas devem ser colocadas no mínimo a um metro da linha do campo, nas bandeiras de canto só é permitido logotipo de entidades de futebol, e não propagandas.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo