NotíciasPolícia

Assassinato do jovem José Roberto Dantas chocou a cidade de Xinguara no sudeste do Pará

Latrocínio deixa uma vitima fatal e um baleado em Xinguara, dois criminosos foram presos e um morreu em confronto com a PM, um quarto esta foragido

A cidade de Xinguara na região sudeste do estado do Pará, amanheceu em choque na última quarta-feira, 24 de junho, por conta do assassinato do jovem José Roberto Dantas, de 23 anos de idade, ocorrido na noite de terça-feira, 23, por volta das 23 horas.

Tudo começou em um estabelecimento onde trabalha varias garotas de programa. José Roberto estava acompanhado de um amigo chamado Sávio Carlos, quando chegou à Boate. Segundo relato dos funcionários e funcionarias do estabelecimento, logo em seguida chegou cinco homens aparentemente jovens, ali estava o algoz do jovem filho de Xinguara, José Roberto.

Nossa equipe de reportagem conversou com algumas testemunhas que contou como tudo aconteceu. Segundo as informações, dois dos cinco homens estiveram mais cedo da noite no Bar, tomaram uma cerveja e saíram e falaram que voltariam mais tarde. Foi então que, José Roberto e Sávio chegaram, não demorou muito os dois criminosos que já tinham estado no local, chegou acompanhado por mais três homens.

Uma das testemunhas relatou que percebeu que alguns dos homens estavam armados, foi então que essa testemunha chamou uma amiga para irem ao banheiro para ligar para Polícia. Nesse momento, José Roberto conversava com o proprietário da Boate, mas em um instante que ele foi falar com uma de suas funcionarias, os criminosos entrou em ação e começou a levar José Roberto para fora do estabelecimento à base de socos e coronhadas de arma de fogo, uma das garotas de programa chegou a ir atrás questionando porque eles estavam batendo no rapaz, um dos criminosos disse a ela que não fosse lá fora, mas ela ainda foi até no portão e viu quando José Roberto foi colocado dentro da caminhonete onde já estava Sávio. Então os dois foram levados pelos criminosos que usavam um carro Gol e uma moto.

As vitimas foram levadas na caminhonete por dois criminosos, um deles dirigia o veiculo. Eles pegaram a PA 279, no sentido a Água Azul do Norte, mas próximo ao vilarejo conhecido como Xinguarinha, Sávio que sabia de uma faca que estava dentro do carro, resolveu reagir, dando um golpe no criminoso que dirigia a caminhonete. Foi então que os bandidos começaram a atira. Segundo informações, José Roberto foi atingido por sete tiros e morreu no local. Já Sávio, foi alvejado por quatro disparos sem muita gravidade, ele foi socorrido e encaminhado para o Hospital Regional de Redenção, onde esta internada em estado estável.

Desde que a Polícia Militar tomou conhecimento do crime, começou uma verdadeira caçada aos criminosos. Os dois que estava na caminhonete foram presos ainda durante a noite, eles foram abordados por uma equipe da PM, em uma Vila chama Marajoara na BR155, no município de Pau D’arco, ao serem perguntados se tinham envolvimento no crime, disseram que sim, receberam voz de prisão e foram identificados como sendo, Diego Fernandes Miranda, de 24 anos, e Tailson da Silva Moraes, de 23 anos, após serem presos foram conduzidos para delegacia de Polícia Civil de Xinguara, onde foram apresentados e ouvidos pelo Delegado Max Muller. Enquanto eles eram ouvidos, o cerco era feito para pegar os outros dois. Segundo o comandante da Polícia Militar de Xinguara, coronel Keythson Valente Gaia, apesar de estarem em cinco na Boate, apenas quatro participou da ação criminosa.

Em seu depoimento Diego confessou terem praticado o crime e que só começaram a atirar nas vitimas após ser atingido com um golpe de arma branca (faca) na altura do pescoço. Já Tailson, disse em seu depoimento que, estava realmente no Bar com os outros acusados, quando José Roberto e Sávio chegaram, foi então que seus colegas resolveram roubar a caminhonete dos rapazes, Tailson disse ainda, que só atendeu o mandado dos companheiros, porque se sentiu coagido, pois eles estavam armados e ele não, ele afirmou não ter presenciado o assassinato, quando chegou ao local tudo já tinha acontecido e Diego estava cortado, foi então que levou Diego e o comparsa conhecido como BOLDÃO até onde estava Felipe com o Gol, esse ia socorrer o irmão, mas o carro bateu o motor próximo a cidade de Pau D’arco, então resolveu levar Diego na moto, mais foram presos antes de chegarem a Redenção.  

Já pela manhã, a diligencia da PM em curso, os procurados foram localizados na BR 155, na localidade conhecida como Cleones no município de Rio Maria, houve troca de tiros entre bandidos e Polícia Militar, onde resultou na morte de um dos criminosos que, foi identificado como sendo Luis Felipe Fernandes Pereira, de 23 anos de idade, irmão do então preso Diego. Após a troca de tiros, foi encontrado dentro do carro usado por eles, vários pertences das vitimas e foi apreendido um revolver com 5 balas deflagradas e 3 intactas.

O quarto criminoso já foi identificado pela Polícia, trata-se de Talles Marcos de Carvalho Alves. Segundo informações repassadas pela Polícia, Talles tomou de assalto uma moto na estrada que liga a BR 155 a cidade de Bannach. Além da moto ele tomou todo o vestuário do proprietário da motocicleta e passou a usa-lo, para assim não ser pego. Segundo o Delegado Max Muller, é questão de pouco tempo para Talles ser preso, pois já há um mandado de prisão contra ele.

Qualquer informação que leve a esse homem, deve ser repassada para a Polícia Militar através do 190, sua identidade será mantida em sigilo

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar