Notícias

Banhistas poluem balneários em Parauapebas no sudeste do Pará

Procurados por diversas pessoas nos fins de semana e preferidos por famílias e amigos por sua gratuidade. Assim são os diversos balneários públicos em Parauapebas que são verdadeiros pontos de encontro e lazer em águas naturais.

Mas os lugares não contam com a presença pública e, por si só, os usuários não têm o hábito de preservar os locais que eles pretendem visitar outras vezes.

A equipe de reportagem do Portal Pebinha de Açúcar esteve na manhã da última terça-feira (2) em um destes locais. Trata-se do encontro de dois importantes mananciais, o Igarapé do Gelado e o Rio Parauapebas que, por ficar bem próximo à cidade e ao lado de um clube, é um dos mais frequentados.

O que registramos no local foi desanimador, e logo na entrada um “lixinho” (local usado para descarte de lixo), e neste se vê, entre outros, até restos de animais. Ao aproximar do leito dos rios que ali se encontram vimos a situação que, ao longo de vários anos, não muda; todas as embalagens do que é consumido no local: invólucro e latas de cerveja; garrafas de bebidas e copos descartáveis; sacolas plásticas e fraldas descartáveis. Tudo e em grande quantidade é jogado ali e não é recolhido pelo serviço de limpeza pública que, de fato, não tem contrato para tal serviço.

O local não conta ainda, nos fins de semana, período em que grande número de pessoa o frequenta, com a presença de agentes de segurança pública como, por exemplo, socorristas nem do Corpo de Bombeiros Militar ou de brigada civil municipal.

O Rio Parauapebas é frequentado por banhistas em toda extensão que ganha Parauapebas, grande parte dela margeando a FLONACA (Floresta Nacional de Carajás) e em toda ela a situação não é diferente, não sendo notado nem mesmo em balneários explorados por terceiros esquema de recolhimento dos resíduos produzidos, muito menos fiscalização do poder público.

Sendo assim, durante todo ano os resíduos são ali deixados e arrastados para o leito do rio poluindo por onde passa. O mesmo Rio Parauapebas é fonte de alimento, através de peixes e da água para animais.

Nossa equipe de reportagens fez contato com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Parauapebas, para que a mesma se posicionasse sobre o assunto e aguarda resposta.

Pebinha de Açucar

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo