Brasil & MundoNotícias

Brasil enfrentará o Chile na estreia das eliminatórias para a Copa de 2018

Por Alexandre Lozetti

São Petersburgo, Rússia

Dunga marcou presença no sorteio em São Petersburgo (Reuters)
Dunga marcou presença no sorteio em São Petersburgo (Reuters)

Sorteio define tabela do torneio que dará quatro vagas diretas no Mundial. Seleção encerrará sua participação em casa, também contra o campeão da Copa América.

Campeão da Copa América, o Chile será o adversário do Brasil na abertura das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, no início de outubro. Com a participação de Ronaldo e Forlán, a Fifa sorteou na tarde deste sábado, em São Petersburgo, uma das sedes da Copa de 2018, o desenho das Eliminatórias em todo o mundo e apontou que a primeira rodada do torneio sul-americano ainda contará como Argentina x Equador e Colômbia x Peru.

Com 199 gols na história do torneio, o Brasil buscará a marca histórica dos 200, mas, provavelmente, sem Neymar nas duas primeiras partidas. É o que resta do gancho recebido pelo atacante na Copa América, após ser expulso e se envolver em confusões no vestiário. A CBF ainda estuda uma maneira de recorrer da suspensão.

Na segunda rodada, a Seleção enfrentará em casa a Venezuela. Na terceira, provavelmente já com Neymar, a Argentina será a adversária. Um grande desafio também estará no quinto jogo no torneio, contra o Uruguai, que deve celebrar o retorno de Luis Suárez na ocasião.

Desde antes do sorteio, já se sabia que o Brasil estrearia fora de casa e também viajaria na terceira rodada para enfrentar a Argentina. Isso porque as duas principais potências sul-americanas tiveram suas posições pré-definidas para evitar que uma mesma seleção enfrente as duas em rodada dupla. Também por essa tabela pré-estabelecida, sabia-se que os adversários da estreia serão os mesmos da última rodada. Portanto, daqui a dois anos, em outubro de 2017, o Brasil vai encerrar sua participação nas Eliminatórias também diante do Chile.

As eliminatórias serão o mais importante desafio da Seleção depois da derrota por 7 a 1 para a Alemanha na semifinal do último Mundial, em casa. Desde que Dunga reassumiu o comando, tem afirmado que as Eliminatórias serão prioridade total. Conseguir uma vaga para ir à Rússia daqui a três anos e se manter como único país a disputar todas as Copas do Mundo é a meta a partir de agora. O Brasil lutará por uma das quatro vagas diretas a que tem direito a América do Sul. As 10 seleções jogarão entre si, em ida e volta, sob o sistema de pontos corridos. A quinta colocada ainda poderá tentar vaga numa repescagem, em confrontos com equipes de outros continentes.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo