Esporte

Campeonato Paraense é suspenso pelo TJD após denúncia de jogador irregular

Entidade acatou denúncia do Paragominas sobre atuação irregular de atleta do Bragantino

Atendendo recurso impetrado pelo departamento jurídico do Paragominas, a 1ª Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva do Pará decidiu pela paralisação imediata do Campeonato Paraense, devido a utilização irregular do atleta Hatos, da equipe do Bragantino. De acordo com a queixa, o jogador “foi escalado pelos denunciados após punições aplicadas por este E. Tribunal nos autos do Processo nº 031/2021, sem cumprimento das penalidades a ele aplicadas”.

Na fundamentação da queixa, o clube informou que Hatos atuou pelo Cametá, durante o Campeonato Paraense da Segunda Divisão do ano passado e, na atual temporada, vestiu a camisa do Bragantino, sem, no entanto, “cumprir as suspensões, anexando todas as súmulas das partidas correspondentes”. Assim, o Paragominas “Requer que haja a concessão de tutela antecipada para a suspensão imediata do Campeonato Paraense de Futebol da Primeira Divisão do ano de 2022”.

O principal argumento adotado pela corte esportiva foi de que a não paralisação poderia causar prejuízos irreparáveis à competição. “O julgamento do presente, pode trazer reflexos diretos no andamento do Campeonato, bem como na classificação e consequentemente na formação dos confrontos no atual estágio da competição, podendo gerar grandes prejuízos, especialmente às agremiações envolvidas e ainda à Federação Paraense de Futebol, além de gerar insegurança jurídica”.

https://www.oliberal.com/esportes/futebol/presidente-do-bragantino-se-manifesta-apos-paralizacao-do-parazao-entenda-1.507038

Assim, o Campeonato Paraense está oficialmente paralisado, até que seja julgado mérito da questão, conforme frisa a decisão do presidente do TJD, Mário Célio Costa Alves Filho.

Confira o documento na íntegra:

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo