Tráfico

Casal é preso em Xinguara sobre acusação de tráfico droga

Adão Pereira Nunes, de 30 anos de idade, e Raquel Coelho de Souza, de 29 anos, foram presos pela Polícia Civil de Xinguara, acusados de traficarem droga pela cidade.

Os acusados sendo apresentados pela Polícia
Os acusados sendo apresentados pela Polícia

As prisões se deram através de uma denuncia anônima que chegou até a delegacia, para averiguar a situação o delegado José Orimaldo Farias, designou uma equipe de investigadores para a missão. Os investigadores, Silvio André, Amílcar Viana, João Flavio e Jessica Guimarães foram até a Avenida duque de Caxias, esquina com a Rua 13, no Setor Itamaraty, endereço indicado na denuncia, onde encontram os acusados e prenderam os mesmos.

Os policiais após prender os acusados passaram a fazer uma minuciosa revista no interior da residência, onde apreenderam 04 petecas de entorpecente conhecido por “CRAK”, foi apreendida também uma quantia em dinheiro, que provavelmente seja fruto do tráfico, com Adão foi encontrado a quantia de R$ 85,00 reais, mais R$ 57,00 reais, foi encontrado em poder de Raquel.

Raquel e Adão acusados
Raquel e Adão acusados

Os dois foram conduzidos para a delegacia, onde passaram a serem ouvidos pela autoridade policial. Raquel disse em seu depoimento que se encontrava na residência do seu pai acompanhada do seu conhecido Adão, onde estava cuidando de seus sobrinhos, quando por volta das 18:30h, chegou os policiais civis e deram voz de prisão aos dois. Segundo Raquel os policiais disseram que eles estavam sendo presos acusados de terem vendido droga ao nacional Wellington Gomes de Sousa, Raquel afirmou em seu depoimento que presenciou quando os policiais encontram a droga apreendida em cima de uma cômoda em dos quartos da casa. Ela afirmou que quem vende droga é Adão e que aquela droga era do mesmo. Raquel contou que Adão compra a droga para revender de um homem conhecido como “NEGUINHO”.

No depoimento de Adão, ele disse que estava na residência acompanhado de Raquel e outras pessoas, quando chegou um indivíduo que não a conhecia e perguntou-lhe onde poderia comprar pedras de CRAK, Adão respondeu que tinha duas pedras que era do seu consumo, mais poderia vender ao mesmo, Adão disse que só ficou sabendo que se tratava de Wellington após chegar à delegacia. Adão disse a Polícia que é usuário e que essa foi a primeira vez que vendeu droga, ele afirmou que é do seu conhecimento que o marido de Raquel vende droga na cidade.

Adão e Raquel foram autuados em flagrante e vai ficar a disposição da Justiça.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo