Ciclistas fazem treino preparatório para o 2º Desafio Cidade de Pedra e enfrentam a Ladeira Godzilla

Se pedalar é preciso, uma turma de ciclistas de Xinguara tem se lançado em aventuras que vão às alturas, literalmente.

DSC_0077 [1600x1200]O local escolhido fica no município de Ourilândia do Norte, sudeste paraense. De Xinguara, por exemplo, 27 ciclistas se juntaram a outros oito de Ourilândia, e partiram em direção ao local onde foram realizar um treinamento visando o ciclo turismo que vai acontecer no dia 30 abril. O passeio treino aconteceu no domingo, 26. Os ciclistas se reuniram na Fazenda Recanto dos Piuns, de propriedade do senhor Gabriel. Na região, chamada de Cidade de Pedra, há uma paisagem deslumbrante, além de uma cachoeira com uma beleza natural de encher os olhos, local que se tornou parada obrigatória.

A Ladeira da Batéia, de 800 metros de altura, com mais de 100 metros de elevação, foi escolhida pelos ciclistas para tentarem vencer os desafios de suas resistências.

Prof. André, após vencer a Godzilla
Prof. André, após vencer a Godzilla

Agora chamada de Ladeira Godzilla, pelos Amantes do Pedal, em referência ao filme que tem um monstro gigante, com a grandeza de ser desafiada e superada por poucos ciclistas que conseguiram chegar pedalando ao topo.

Organizado pela equipe Calangos do Pedal, de Ourilândia do Norte, o primeiro desafio Cidade de Pedra, aconteceu em 1º de maio do ano passado, quando reuniu cerca de 180 ciclistas, de várias partes do Brasil. Dos participantes, apenas 12 conseguiram vencer a monstruosa Godzilla. Entre os que chegaram ao topo, apenas um de Xinguara, Vitor Firmino, que representou muito bem a Equipe xinguarense X1, ao vencer a assustadora serra. No passeio do último domingo, mais um xinguarense derrotou a Godzilla, dessa vez, foi o professor André.

As inscrições para o 2º Desafio Cidade de Pedra estão abertas, mais de 100 ciclistas já se inscreveram, esse número deve aumentar no decorrer do mês de abril. A inscrição dá direito ao participante, a um kit de identificação, café da manhã, almoço e hidratação durante o percurso.

Texto: Antonio Guimarães e Roserval Ramos

Fotos: Patrícia

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA