Ciclistas viveram momentos de aventuras no 3º Desafio MTB Cidade de Pedra 2018

No final de semana aconteceu em Ourilândia do Norte no sul do Pará o 3º Desafio MTB Cidade de Pedra

A festa começou no sábado 19 de maio, com a equipe da Associação dos Ciclistas de Ourilândia Kalangos do Pedal, anfitriã o organizadora do evento, recepcionando os ciclistas vindo de várias cidades e vários estados. A recepção começou logo no sábado pela manhã na Avenida das Nações em frente à Loja Copy + Informática, onde uma estrutura foi preparada para receber os ciclistas que iam chegando durante ao longo do dia.

Associação de Ciclista de Xinguara – Xinbikers

No início da noite o local da recepção foi transferido para o salão de festas da maçonaria, onde aconteceu a entrega dos Kits aos inscritos, recebimento das cestas básicas que as equipes traziam para ser doadas para famílias carentes de Ourilândia. Ao embalo do DJ W ONE, todos dançaram muito, na pesagem dos alimentos começou a entrega dos troféus aos vencedores dos itens, ai, só deu Xinguara, a Xinbikers ficou em primeiro lugar como equipe solidária, com maior quantidade de alimentos não perecível e primeiro lugar em número de ciclistas, 52 inscritos no evento. A equipe Preguiças do Pedal ficou em segundo lugar com 45 inscritos, a terceira colocação foi para Redenção com a equipe CTP – Caçadores da Trilha Perdida 23 inscritos.

No domingo (20), por volta das 5 horas da manhã a concentração volta a acontecer em frente a Copy + Informática, onde foi servido o café da manhã antes da largada. Os arcos inflável foram colocados sobre a PA 279, em frente a concentração onde aconteceu a cerimonia de largada com a participação dos Desbravadores da Igreja Adventista. Com todas as equipes posicionadas todos receberam um aquecimento comandado por duas profissionais de educação física, em seguida foi ministrada uma oração, momento em que todos elevou o pensamento a DEUS, assim foi dado a largada para os 85 quilometro de muitas aventuras e desafios.

Com um dia propicio para pedalar os ciclistas partiram debaixo de uma forte neblina rumo aos desafios, entre todos o maior deles a famosa ladeira “GODZILA”, mesmo sendo a ladeira a ser batida a “GODZILA” ganhou uma aliada, a ladeira da “SAUDADE” que, foi descoberta esse ano no novo percurso da trilha.

Ladeira da Saudade

A ladeira da “SAUDADE” que seria mais um forte desafio, se tonou impossível ser explorada pelos ciclistas devido à chuva que caiu antes que os brotos do pedal chegasse até ela. Como o trecho foi preparado nos pastos de uma fazenda ao meio de muita pedra, com a chuva, a inclinação da ladeira e a quantidade de lama impossibilitou a pratica do pedal. Com muita dificuldade os ciclistas venceram o desafio de subir a ladeira da “SAUDADE” empurrando suas bikes.

Tudo isso aconteceu na primeira parte do percurso, após a ladeira da “SAUDADE”, chegaram ao local do almoço, onde todos se alimentaram ao lado de uma represa belíssima. Após o almoço os ciclistas seguiram para a parte final do pedal, foram mais 27 quilômetros até a sede do município de Ourilândia do Norte.

Confira as Fotos:

  

SEM COMENTÁRIO