EsporteJustiçaNotícias

Colmeia (TO): Justiça nega liberdade e Jobson continuará preso

O Tribunal de Justiça do Tocantins negou na quarta-feira (16) o pedido de liberdade – habeas corpus – feito pelos advogados do ex-jogador do Botafogo Jobson Leandro Pereira de Oliveira. Ele está preso há 73 dias na cadeia pública de Colmeia, a 206 km de Palmas.

O pedido de liberdade foi feito no dia 8 de agosto pelos advogados do jogador e o julgamento ocorreu na 1ª câmara criminal do TJ, em Palmas.

Jobson é acusado de estuprar quatro adolescentes e estava em liberdade provisória desde 2016, quando pagou R$ 22 mil de fiança, até descumprir medidas estabelecidas pela Justiça. A prisão ocorreu no dia 5 de junho depois que ele se envolveu em um acidente.

(G1/TO)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo