NotíciasPolícia

Comerciante foi assassinado em Cumaru do Norte durante assalto e acusado linchado até a morte

Vítima do assalto
Vítima do assalto

Na quinta-feira 26 de janeiro um comerciante da cidade de Cumaru do Norte no sul do Pará, foi assassinado durante um assalto. O comerciante Emanoel Gustavo Ferreira de Gonçalves, de 22 anos de idade, dono do Mercadinho Econômico, foi assaltado e em seguida morto pelos assaltantes. O crime deixou a população de Cumaru revoltada, que não deixou barato.

Um homem identificado como sendo Jonata Rocha de Sousa, foi preso pela Polícia Militar após diligencia realizada pela cidade, Diniz Araújo, de 30 anos, também foi preso no mesmo dia da morte do comerciante, acusado de ser comparsa de Jonata Rocha, os dois foram preso acusados de serem os autores do crime, um terceiro indivíduo teria participado do assaltos.

Ao descobrir que Jonata Rocha estaria preso em Cumaru à população revoltada cercou a delegacia da cidade na tentativa de linchar o suspeito. Preocupados em manter a integridade física de Jonata em segurança, os policiais resolveram levar o preso para a cidade de Redenção na manhã deste domingo (29) de janeiro.

Jonata Rocha, vítima de linchamento
Jonata Rocha, vítima de linchamento

Atentos à movimentação da Polícia, populares anteciparam a diligencia que levaria Jonata para Redenção. Após andar por cerca de 5 km os policiais se depararam com uma barreira humana sobre uma ponte na estrada que liga os municípios de Cumaru do Norte e Redenção região sul do Estado do Pará. Cerca de 80 pessoas encapuzadas e armadas com pedaços de pau, pedras e espingarda cercaram a viatura policial e começaram a efetuar disparos em direção dos policiais. Para se proteger os policiais tiveram que procurar abrigo no mato. O acusado foi retirado da viatura e linchado até a morte, como diz o velho ditado popular, foi feito justiça com as próprias mãos.

(Com informações de Luiz Pereira/Texto Roserval Ramos)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo