EsporteNotícias

Copa Sul Pará: Tucumã e Ourilândia são finalistas de 2016

Xinguara eleminnada
Xinguara eleminnada

Aconteceu nesse domingo 27 de novembro, as semifinais da Copa Extremo Sul Pará de Seleções 2016. Tucumã e Xinguara disputaram no Estádio Lago do Tigre em Tucumã, uma das vagas para a final, na primeira partida da semifinal em Xinguara, as duas seleções que buscaram a todo o momento a vitória, não conseguiram evitar o empate em 1×1.

O resultado que não agradou a seleção de Xinguara, para Tucumã caiu como uma vitória. Com a certeza de vencer no jogo de volta em casa, Tucumã abriu o placar, mas Xinguara que tinha saído na frente no jogo anterior foi quem teve que correr atrás do prejuízo e chegou ao empate, com o mesmo placar de 1×1 a decisão foi para as cobranças de pênalti. Nas penalidades máximas, Tucumã levou a melhor, o zagueiro Maranhense de Xinguara perdeu a cobrança e Tucumã ficou com a vaga para a finalíssima de 2016.

A outra vaga foi disputada em uma partida cheia de polemica em Ourilândia do Norte. A primeira partida jogando em casa na Arena Serrinha Redenção bateu Ourilândia por 2×0, resultado que praticamente daria uma boa vantagem para os redencenses, mas Ourilândia jogando em casa devolveu o placar de 2×0 e levou a decisão também para os pênaltis. Nas cobranças se deu bem, venceu o jogo e garantiu a vaga para a grande final. Agora Tucumã e a atual campeã Ourilândia vão disputar o titulo em dois jogos, a primeira partida será em Tucumã, a grande decisão será na casa de Ourilândia.

Com esses resultados Xinguara e Redenção vão continuar na fila e esperar para o ano que vem, para buscar o titulo do campeonato a nível estadual. Xinguara dona dos títulos de 1994, 1996, 1997 e 2007 está na fila desde então, quando foi campeã da competição em cima da seleção de Sapucaia. Já Redenção a 2 anos busca mais um titulo para sua galeria, o ultimo foi em 2014 quando goleou Tucumã por 7×2 na Arena Serrinha. Redenção é detentora de 5 titulo da Extremo Sul Pará, 4 deles de forma consecutiva; 2008 2009 2010 2011 e 2014.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo