NotíciasPolícia

Criminoso perigoso que agia no sul do Pará foi capturado no Tocantins

Uma equipe de agentes da Delegacia Especializada em Investigações Criminais (Deic), cumpriu na última quinta-feira (18), um mandado de prisão contra Jelson Rodrigues da Conceição, foragido da Justiça de Estado do Pará.

8c524c18-798d-4c30-82d5-68f865ee6defA prisão ocorreu na cidade de Araguaína – TO, onde o foragido estava residindo. Jelson é suspeito de fazer parte uma organização criminosa especializada nos crimes de roubos, homicídios, porte ilegal de armas e outros delitos. A organização atua na região do sul do Pará, diretamente no município de Xinguara. A operação que resultou na captura do suspeito foi comandada pelo delegado José de Anchieta, lotado no DEIC de Araguaína.

A prisão do acusado foi fruto das informações levantadas pelo Serviço de Inteligência da Polícia Civil do Pará e Tocantins, que no cruzamento de informações, descobriram que Jelson, estava morando em uma localidade conhecida por “Brejão” na cidade de Araguaína. No momento da prisão, o acusado apresentou uma identidade falsa que, dizia que ele se chamava Alfredo da Costa Brito, fato que contribuiu para que ele fosse autuado pelo crime falsidade ideológico.

A polícia informou que contra o acusado existe ainda um mandado de prisão em aberto na Justiça de Jaraguá – GO, onde ele teria cometido um crime de homicídio.  O acusado se encontra recolhido em uma cela na Delegacia de Polícia Civil de Araguaína, onde aguarda a decisão da Justiça.

Jelson é considerado pela polícia como um criminoso da mais alta periculosidade. Segundo a polícia o acusado é pai de Jeferson da Silva Conceição, o Cawboy, que fugiu de uma viatura em movimento do Sistema Penal, quando estava sendo levado de Redenção para um presidio de Belém, na companhia de outros criminosos.  Cawboy era acusado de vários homicídios na região e foi assassinado na cidade de Araguaína com vários tiros no dia 28 de março de 2015.

Fonte: Dinho Santos

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo