EducaçãoNotícias

Cursos de Medicina Veterinária e Zootecnia podem ter início em 2018 no Campus da Unifesspa em Xinguara

Em audiência pública parlamentares se comprometeram garantir recursos.

6120334f-dd1c-4511-9b91-850d686b67ceA audiência pública realizada neste sábado, 25, na Câmara Municipal de Xinguara, renovou as esperanças para que os cursos de Zootecnia e Medicina Veterinária da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, Campus de Xinguara, sejam implantados.

Com o compromisso de tornar o projeto em realidade, várias lideranças políticas estiveram presentes e manifestaram apoio na busca de recursos que viabilizem, já para o ano de 2018, o início dos cursos.

080434b4-a400-4ce0-9838-ab18c6f8d46cUma das preocupações despertadas pelo Comitê de apoio a Unifesspa, para a realização da audiência, surgiu em razão de que, caso o MEC não assegure os recursos necessários à estruturação e implantação dos cursos, o prédio, que, ao final da obra custará cerca de 5 milhões de reais, ficará sem uso por tempo indeterminado.

Sem cogitar essa possibilidade, os membros do Comitê acreditam que todos os esforços até aqui empregados estão gerando expectativas que sinalizam para a sensibilidade do ministro da Educação, Mendonça Filho, em atendimento ao pleito da Universidade.

41033eb0-0185-470a-b7b7-c6dd841b6610Para Claudio Marques, membro do Comitê, o objetivo quanto ao que foi planejado para realização da audiência foi alcançado, trazendo as forças políticas a se comprometerem com os investimentos no ensino superior público, em especial no Campus da Unifesspa de Xinguara, onde segundo ele, “firmar compromissos com os parlamentares para pressionar a liberação dos recursos necessários a contratação dos professores e técnicos para os cursos de Medicina Veterinária e Zootecnia, bem como, da mesma forma em que o debate se estendeu às necessidades dos Campus de São Félix do Xingu e Santana do Araguaia, que também vivenciam a expectativa de receberem investimentos”, disse. A audiência contou com as presenças de representantes de 13 municípios da região sudeste do estado.

4efa22bf-51bf-4684-bc75-d71e7d71a593Para o reitor da Instituição, professor Maurilio Monteiro, pelo menos um curso terá inicio em 2018, no novo prédio do Campus de Xinguara. Ele relatou que a audiência foi bastante proveitosa, considerando os compromissos feitos pelos parlamentares de buscarem junto ao governo federal os recursos necessários para que o projeto de fato seja concretizado.

O reitor expôs aos presentes o que tem sido necessário para que o projeto tenha continuidade. Segundo ele, o primeiro passo é a conclusão do prédio que abrigará as estruturas que vão garantir o funcionamento do Campus, principalmente para os cursos ligados a realidade da região, que tem no seu potencial econômico, a pecuária. Segundo ele, a obra estará pronta até o fim do mês de julho.

cfea9baf-cf47-4cdb-be12-21cc14dd3169Quanto as outras necessidades, ele frisou que a urgência, em se tratando de ter os cursos iniciados no ano que vem, é de que seja realizado concurso para os preenchimentos dos quadros de professores, técnicos e na área administrativa. Para tanto, cabe ao Ministério da Educação viabilizar as condições necessárias, pois se trata de ações que são executadas por meio do orçamento federal a ser autorizado pelo Ministério do Planejamento e Gestão. No total, são necessários 156 cargos incluindo de professores e de técnico – administrativos requeridos pela Unifesspa.

Na audiência, além dos prefeitos e vereadores dos municípios da região, estiveram presentes, o senador Jader Barbalho, os deputados federais Joaquim Passarinho, Zé Geraldo e Beto Salame. Também participaram os deputados estaduais Dirceu Ten Caten, Skaff, Seffer, Chamon e Gesmar.

Lideranças de diversos segmentos participaram da audiência e saíram com a expectativa de ter o Campus funcionando em breve, e, com isso, formando profissionais nas áreas que são próprias da realidade econômica da região.

Texto e Fotos: Antonio Guimarães

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo