NotíciasPolíciaPolítica

Deputados participam de manifestação de apoio aos policiais afastados em Redenção

20170529_114006[1]Uma comitiva formada pelo deputado federal Eder Mauro, PSD, deputados estaduais, Tércio, PROS e Coronel Neil (PSD) e lideranças da Associação dos Cabos e Soldados do Pará e  do Sindicato dos Delegados de Polícia Civil do Pará, visitaram a cidade de Redenção na última segunda-feira (29).

Os parlamentares e sindicalistas vieram prestar solidariedade e apoio aos policiais que participaram da operação na Fazenda Santa Lúcia, no município de Pau D’arco, onde durante um confronto e troca de tiros, dez pessoas que integravam um grupo de invasores foram mortas. O confronto ocorreu na manhã do dia (24).

20170529_113928[1]Durante um pronunciamento em frente ao Quartel do Batalhão da Polícia Militar, o deputado Eder Mauro, criticou a ação de alguns deputados, representantes dos direitos humanos e outras organizações que vieram ao município de Redenção, e criticaram a ação dos policiais. ‘’Eu me admiro muito afastar dos seus serviços 29 policiais que estavam em cumprimento de seu dever e foram recebidos a bala, por bandidos, que mataram pessoas inocentes e que os direitos humanos e nem deputados não vieram pedir justiça pelas vidas das pessoas trabalhadoras mortas. Não vamos deixar que pessoas queiram fazer holofotes na mídia e se aproveitar de uma situação querendo fazer um novo Eldorado dos Carajás.

20170529_114413[1]Os que morreram não eram trabalhadores rurais e sim pessoas acusadas de assassinar uma fazendeira, um segurança, atirar no dono da fazenda, enfrentar a polícia à bala’’, desabafou Eder Mauro. O deputado Capitão Neil, garantiu que a comitiva veio a Redenção, para dar apoio aos policiais que foram afastados de suas funções. ‘’Nós não podemos aceitar essa conversa de que tinha que morrer policial para poder provar que houve confronto. Tenho a certeza que nenhum policial sai de casa para matar alguém ao defender a sociedade, mas se tiver que morrer alguém na ação, que morra o bandido e não o policial’’, disse o Capitão. Durante o ato o deputado Eder Mauro exibiu fotos, das vítimas assassinadas de acordo com a polícia, pelo bando de Lico.

20170529_114938[1]Durante o ato,  Welly  Souza Maciel, filho    da fazendeira Iraildes   Maciel, assassinada em 2007, no município de Bannach, disse que os autores do assassinato da sua mãe, foi Lico e seu bando. ‘’Eles mataram minha mãe, não eram nada de trabalhadores rurais não é, assassinos, pois assassinaram minha mãe de forma covarde o Lico e seu bando’’, disse Weslly.

O manifesto, contou com a participação de policias, familiares, amigos e populares que carregavam faixas e cartazes com frases de apoio aos policiais.

Texto: Dinho Santos

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo