Diretor da UPA divulga Balanço com número de atendimentos a acidentados durante a cavalgada de Xinguara

Levantamento feito pela repórter Marly Oliveira, junto à direção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24), desmentem todo e quaisquer boato que dão conta de alguma morte durante a Cavalgada Ruralista de Xinguara, realizada no último dia 7 de setembro. Todas as informações relacionadas a este tipo de ocorrência não passam de FAKE NEWS.

O Diretor da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Xinguara, Adriano Badotti, recebeu a Repórter Marly Oliveira, e apresentou um balanço dos atendimentos a acidentados realizados durante a Cavalgada Ruralista de Xinguara.

Os números são referentes ao período de meia noite de sexta-feira 06 até ao final de sábado 07 de setembro.

De acordo com o diretor, foram feitos 51 atendimentos de vítimas de acidentes: desses, 7 foram de pessoas que caíram de animais durante a cavalgada e 44 envolvendo motocicletas. Apenas em um caso a vítima teve ferimentos grave, sofrendo fratura no crânio, mão e pé. Os demais foram ferimentos leves.

O Diretor aproveitou para desmentir boatos de que houve mortes durante este período. Segundo Adriano, houve só um caso de esfaqueamento, em que um homem sofreu 7 perfurações por arma branca (faca), isso no sábado, mas não corre risco de morte.

Com informações de Marly Oliveira


SEM COMENTÁRIO