NotíciasPolítica

ELEIÇÕES 2020: Mudança pra lá e pra cá com o fim das filiações para quem vai se candidatar nas eleições deste ano

Com o limite do prazo, no ultimo dia 04, os partidos tiveram suas correrias para conseguirem as filiações daqueles que desejam concorrer às eleições deste ano.

Entre o vai e vem, onde filiações e desfiliações movimentaram o meio político, nas horas finais quem estava de um lado foi pra outro e com rumores até de promessas de dinheiro pelo meio.

Dias atrás este site noticiou a filiação do atual vereador Leandro Gomes no MDB, com declarações de que estava deixando o grupo do prefeito Osvaldinho. Na ocasião Leandro estava como presidente do PSDB, partido do atual prefeito, Surpreendentemente, no limite do prazo de filiação, Leandro novamente deixou o MDB, e migrou para o PDT, partido da base de Osvaldinho.

Essa migração foi uma das que geraram bastantes rumores em razão de como se deu as declarações do vereador Leandro Gomes. Antes de ser eleito em Xinguara, ele esteve filiado no PCdoB.

Em 2016 concorreu ao cargo de vereador pelo PSDB. Aproveitou a “Janela” para sair e se filiar no MDB, inclusive tendo feito isso lá em Belém, com a benção do presidente estadual do partido, Jader Filho.

Outra filiação bastante controversa foi a do professor Marinaldo, que recentemente se filou no PSB e mesmo se posicionando como um socialista, não resistiu e voltou para o PSC.

Filiação que também mexeu com o meio político e deixou perguntas pairadas no AR, foi a do ex-vereador Cícero Oliveira Almeida (Cição), que vinha bastante atuante pelo MDB, mas também foi pra base do prefeito Osvaldinho, deixando alguns de seus apoiadores chateados, por não terem sido consultados de sua decisão, para se filiar ao PL.

Durante a dança do vai e vem, o vereador Olair Reis e a vereadora Ébia Costa, eleitos pelo PSB40, dono de duas cadeiras na atual legislatura, também deixaram o partido, a saída da vereadora já era esperada, por se tratar de família, ela acompanhou o PSL, lá esta seu primo Erinc Laureano, pré-candidato a prefeito.

Já, Olair Reis causou estranheza com sua saída do PSB, uma vez que o próprio vereador buscou uma candidatura própria para o partido, visando à prefeitura, chegando a trazer o vereador Roberto da Yamaha para ser o nome a pré-candidato nas eleições desse ano. Mesmo assim o vereador não aguentou a pressão e acabou cedendo e se filiou ao PSD, ficando na base da atual gestão, assim garantindo suas vantagens dentro do governo municipal.

 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo