Garotos entre 10 e 14 anos cuida de animais de Rua e pretende criar ONG

Por Roserval Ramos

20151208113236cc68127d-3d70-4e16-805b-a52601a75967A mais ou menos um ano os garotos, Daniel Nogueira, Vitor Gomes e Bruno Leonardo, moradores de Xinguara no sul do Pará, começaram a cuidar de animais de Rua que, posteriormente são adotados. Os animais recolhidos pelos garotos eram levados para a casa do Daniel, onde eram tratados e cuidados com carinho. A maioria dos animais cuidados pelos meninos são cachorros.

Em uma conversa, Daniel e Vitor decidiram criar uma ONG para facilitar o trabalho voluntario, após a ideia o próximo passo foi buscar um nome para a ONG, então decidiram que chamaria “ONG VIVA BICHO”, depois que acharam o nome, resolveram buscar mais voluntários para fazer parte da ideia, foi ai que convidaram mais dois garotos, Thiago da Silva e Luiz Gustavo aceitaram o convite e abraçaram a causa.

2015120811322420151208113230Agora os garotos buscam um meio para registrar a ONG e um espaço maior para colocar os animais que forem resgatados das Ruas. Segundo Daniel Nogueira, que é o mais velho e que cuida de animais a mais de um ano, o próximo passo agora é encontrar o local apropriado para colocar os bichos e buscar voluntários no comercio local para ajudar a manter os animais, “já procuramos a prefeitura de Xinguara e fomos encaminhados para a senhora Tatiane Cossetin, secretaria de meio ambiente do município, ela nos recebeu e garantiu que vai encontrar um local apropriado para a ONG colocar os animais, pretendemos também buscar parceiros no comercio para nos ajudar, com remédio e comida para os animais que não tem donos e vivem nas Ruas”, disse Daniel.

O garoto Daniel Nogueira, de apenas 14 anos de idade, mas com um pensamento de uma pessoa adulta, disse ainda que a ONG vai servir para fiscalizar e denunciar para as autoridades onde tem um animal sendo maltratado.

Sensibilizada com a ideia dos garotos, a direção desse site entrou em contato com um advogado e um veterinário que são parceiros desse veiculo, para buscar apoio para a brilhante ideia desses meninos. O advogado Ribamar Pinheiro e o veterinário Luciano da Emater se prontificaram em ajudar os garotos dentro das suas possibilidades.

Telefone para contato: (94) 99146-1378, falar com Daniel Nogueira.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA