Esporte

Gilmar Rinaldi é o novo coordenador técnico da seleção brasileira

ÍndiceO ex-goleiro Gilmar Rinaldi foi anunciado nesta quinta-feira como novo diretor de seleções da CBF, em entrevista coletiva concedida por José Maria Marin na sede da entidade, localizada na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro.

Campeão mundial com a seleção brasileira em 1994, como reserva de Taffarel, Gilmar nunca atuou como dirigente e foi superintendente do Flamengo entre 1999 e 2000. Depois de encerrar a carreira o ex-goleiro trabalhou durante 14 anos como agente de jogadores, atividade que segundo o próprio, “não existe mais”.

“O principal trabalho é implantar nova filosofia. Sempre pensando em algo mais importante que é prevalecer o coletivo sobre o individual. Para formar um plano com nova filosofia eu vou conversar com ex-jogadores, treinadores. É hora de ouvir muito”, disse o novo coordenador, em sua primeira declaração.

“Olha o que o Deputado Federal Romário pensa sobre a indicação”

Galera,

Só pode ser uma dessas duas coisas: sacanagem ou pegadinha.

“É inadmissível Gilmar Rinaldi ser escolhido para assumir o cargo de diretor/coordenador de Seleções da CBF. O cara é empresário de vários jogadores. Tive o desprazer de trabalhar com ele no Flamengo, é incompetente e sem personalidade. Posso afirmar que vai fazer da CBF um banco de negócios para defender os seus interesses. Só os ratos do Marin e Del Nero para escolherem uma pessoa como essa. Para piorar, ele ainda é agente FIFA”.

Segundo José Maria Marin e Gilmar Rinaldi, o anúncio do novo comandante da seleção acontecerá deverá acontecer até a próxima terça-feira. A única certeza é que não será um profissional estrangeiro, ideia que não agrada o novo funcionário da CBF.

“Eu acho que não é o momento. É o momento de buscar alguém em nossa casa, que tenha conhecimento muito grande, porque o tempo que a gente tem não é muito grande. Temos que definir isso logo”, disse Gilmar.

Além disso, o presidente entidade máxima do futebol brasileiro confirmou que técnico da seleção sub-20 e coordenador das divisões de base, Alexandre Gallo, será o técnico da seleção olímpica para os Jogos de 2016, que acontecerão no Rio de Janeiro.

“O Gallo está fazendo um projeto há um ano e seis meses com vários objetivos, mas com objetivo principal que é a Olímpiada. Virá um novo treinador, terá participação ativa em todas as seleções, mas o projeto com o Gallo não será interrompido”, disse Marin, que ainda pediu que o futuro presidente da CBF, Marco Polo del Nero, garantisse o profissional no cargo a partir do ano que vem.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo