Homem é preso por ameaçar a ex-esposa de morte

A Polícia Militar do destacamento do Distrito Rio Vermelho no distrito de Xinguara apresentou na delegacia o nacional João Paulo Pereira da Silva, de 27 anos de idade, acusado de ameaçar sua ex-companheira de morte.

No Boletim de Ocorrência Policial – BOP, da PM, o SGT Navarro contou que a guarnição foi procurada pela vítima Veridiana Lopes de 48 anos de idade, Veridiana informou aos policiais que na madrugada de sábado para domingo, João Paulo entrou em sua residência portando uma faca na intenção de mata-la, como ela não estava em casa ele destruiu todos seus móveis, ao sair da casa João levou todos os documentos de Veridiana.

De posse das informações os policiais saíram em diligencia pelas Ruas na tentativa de capturar o acusado, logo João foi encontrado, ao ser abordado o mesmo puxou uma faca para os policiais e seguidamente repetia que era homem e fazia era matar mesmo, foi obrigado que a polícia usasse da força, pois João Paulo resistiu a prisão, atentando contra a vida dos militares. Após ser dominado e preso, os documentos da vítima foi encontrados com ele.

Veridiana Lopes falou com nossa reportagem e contou com detalhes os motivos que levou João agir dessa forma, segundo ela os dois viviam juntos há uns dois anos, mas que haviam se separado já fazia seis dias, desde o dia 3 dezembro, dia da separação ela estava em uma fazenda, onde trabalhava. Ela disse que no sábado (06), voltou para sua casa, mas ficou surpresa ao encontrar João, ainda na casa.

Veridiana pediu para que ele fosse embora, pois não dava mais para eles continuar juntos, ele por não aceitar a decisão passou a agredir ela com pedaços de tijolos e telhas, como medo ela correu e foi parar na casa de uma filha dela e resolveu dormir por lá, João ficou de tocaia vigiando a casa, quando a outro filha que estava no interior da residência saiu para comprar um lanche, ele bateu na porta e seu neto de sie anos abriu e ele entrou perguntando cadê sua avó? O menino a disse ela não está, saiu, revoltado João passou a destruir todos os móveis da casa.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA