NotíciasPolícia

Indígenas queimam veículos e cobram justiça no caso do índio assassinado no oeste do Pará

Os indigenas pedem por justiça (Foto: Divulgação)

A manhã desta terça-feira (13), no município de Jacareacanga, oeste do Pará, os ânimos foram bastante acirrados. Um grupo de indígenas realizou manifestação na cidade, em protesto pela morte do parente Elinaldo Akay Munduruku, da Aldeia Katon, que foi assassinado a golpes de faca no último dia 06 de fevereiro.

Os indígenas pedem justiça pela morte do parente, estão pintados e armados de arco e flecha. No início da manhã, atearam fogo em um carro apreendido pela polícia, e também informações dão conta que até uma viatura teria sido incendiada. Segundo informações a polícia prendeu os suspeitos, dois menores, que foram transferidos para Itaituba, fato que teria revoltado os índios manifestantes.

Assassinato:

A vítima Elinaldo Akay Munduruku foi encontrado por populares, já sem vida próximo a uma unidade da concessionária de energia Celpa de Jacareacanga, com aparentes golpes de faca, na noite do dia 6 de fevereiro, ele teria sido abordado quando retornava para sua casa. A Delegacia de Polícia Civil de Jacareacanga rapidamente foi avisada do crime. Segundo a Segup, dois adolescentes teriam confessado o crime. Eles foram apreendidos e transferidos para Itaituba.

RG 15 / O Impacto com informações de Anderson Pantoja e Júnior Ribeiro

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo