Jogos Estudantis Paraenses JEPs 2019 termina nesse domingo

Secretária de Educação, Leila Freire, participou da abertura e destacou a importância do esporte para os jovens

Cerca de mil estudantes de escolas públicas e privadas do Pará estão em Belém para participar da 61ª edição dos Jogos Estudantis Paraenses (JEPs), que ocorre até este domingo (18). A abertura foi na noite de quinta-feira (15), na Escola de Educação Física da Universidade do Estado do Pará (Uepa). Os JEPs são o segundo maior campeonato estudantil do Brasil. A competição incentiva os alunos a aprender e a exercer a cidadania através do esporte.

Atletas, professores, técnicos, dirigentes e autoridades públicas saudaram as 27 delegações de Belém e do interior, que disputarão as medalhas de primeiro, segundo e terceiro lugar. “Os JEPs são um grande incentivo para que o aluno tenha na escola um ambiente de mais oportunidades. A cada ano, o nível dos atletas está mais alto, o que confere ao Pará grandes chances na etapa nacional”, comentou o coordenador do Núcleo de Esporte e Lazer (NEL) da Seduc, Fernando Silva.

Oportunidade é o que busca a estudante do 8° ano do ensino fundamental de uma escola pública de Moju, Graziela Ferreira. Aos 14 anos, a adolescente é apaixonada por handebol, modalidade esportiva que ela pratica há um ano e meio e já lhe conferiu o terceiro lugar no Campeonato Paraense. Na abertura do evento, ela viveu a emoção de participar do revezamento da tocha olímpica. “Fiquei muito emocionada. Quero jogar com alegria e dedicação pra alcançar o primeiro lugar”, diz Graziela.

Abertura foi na noite de quinta (15), na Escola de Educação Física. Tocha olímpica foi acesa pela aluna de Moju, Graziela Ferreira

A condução da tocha com o fogo olímpico ocorreu logo após a apresentação das delegações. Em nome de todos os estudantes, a aluna Rosana Machado, do município de Breves, proferiu o juramento de competir com lealdade e respeitar todas as regras da competição, com verdadeiro espírito esportivo.

Presente à cerimônia, a secretária de Estado de Educação, professora Leila Freire, destacou a importância dos jogos para a integração dos jovens à sociedade. “Que sirvam para receber talentos no mundo do esporte, em especial, com atividades que integram educação e paz”, comentou.

Para os treinadores, o momento é de muita expectativa. Professor de Educação Física em uma escola de Breves, o educador Magno Castro conta que os JEPs são um momento muito esperado pelas escolas. A delegação da cidade participa dos jogos com 93 componentes divididos em 8 equipes de 14 a 17 anos.

“Esperamos mostrar o resultado do projeto Escola Esportiva que já desenvolvemos no município e, quem sabe, ter a honra de sairmos medalhistas”, diz o professor. Este ano, os atletas disputam nas modalidades handebol, voleibol, futsal e basquetebol.

SEM COMENTÁRIO