Tragédia

Jovem assassinado e acidente fatal no Sul do Tocantins

Uma tragédia seqüenciada foi registrada hoje em Figueirópolis no Sul do Estado. Um assassinato de um adolescente na porta da escola onde estudava, supostamente praticado por uma vítima de Bullyng terminou com outra tragédia. Depois de receber a notícia sobre o crime familiares do menor morto a tiros, que viajavam pela BR-153, de Talismã com sentido a Figueirópolis se envolveram num grave acidente de trânsito, que deixou dois mortos. De acordo com o Corpo de Bombeiros que esteve realizando o resgate das vítimas, o acidente tipo colisão frontal registrado a 5 km de Figueirópolis envolveu uma caminhonete e um caminhão que transportava uma carga de abacaxi. O pai do estudante assassinado Valdeni Alves da Silva, de 38 anos, era quem estava ao volante. Ele viajava com mais dois passageiros Reginaldo Torres Furtado, 34 anos e Sidney Mendes de Jesus, 27 anos. Eles morreram no local. Silva sofreu traumatismo de crânio com edema cerebral e o estado de saúde dele era considerado gravíssimo. Foi após o encerramento das aulas do turno matutino quando o estudante Edson Moreira Alves da Silva, 17 anos, saia na porta da escola pública onde estudava em Figueiropolis que o crime aconteceu. De acordo com a Polícia Militar (PM), ele foi surpreendido por outro menor de 15 anos, armado com uma pistola. Três tiros foram disparados na direção de Silva, todos eles acertaram o corpo da vítima que morreu na hora.Ainda conforme a PM, o adolescente suspeito de praticar o crime, vinha sendo vítima de Bullyng na escola onde estudava e a vítima seria o autor das agressões intencionais. A PM apurou que Silva teria posto na motocicleta do suspeito, pequenos galhos de plantas e o chamava de bode. (Jornal do Tocantins/ Débora Ciany  Correspondente – Gurupi)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo