EstuproHomicídio

Jovem de 17 anos é morta cruelmente após ter casa invadida em Pacajá

Gabriela Lopes de Andrade foi encontrada com marcas de violência e abuso sexual

Uma jovem de 17 anos foi morta após ter a casa invadida em Pacajá, no sudoeste do Pará. O crime aconteceu no bairro Novo Horizonte, quando a vítima, Gabriela Lopes de Andrade, estava sozinha em casa.

As primeiras informações apontam para uma invasão de domicílio no meio da noite. O criminoso arrombou a fechadura de uma janela e entrou na casa. A polícia não confirma ainda, mas é possível que o bandido estivesse monitorando a vítima, já que o pai de Gabriela estava na área rural e a irmã havia saído e não estava em casa no momento da invasão.

Casa onde jovem morava não tinha muros – Foto: Reprodução

Sem muros, ou grades, a casa humilde não ofereceu barreiras para a ação criminosa. Equipes policiais foram até o imóvel após o corpo da jovem ser encontrado na manhã desta terça-feira (12). Foi a irmã de Gabriela que acionou a polícia. Com a casa revirada, a polícia acredita que a jovem foi surpreendida pelo invasor e tentou fugir.

A polícia ainda não informou qual a linha de investigação. A Vale do Xingu conseguiu apurar que a jovem foi encontrada com várias marcas pelo corpo. Vítima de estrangulamento, ela também teria sido abusada sexualmente, mas apenas o laudo pericial com as causas da morte poderá confirmar o que realmente houve na noite do crime.

O caso ganhou repercussão na cidade, várias pessoas foram para o local acompanhar o trabalho da polícia e da perícia. Guarnições da Polícia Militar realizam diligências pela cidade à procura de suspeitos. Nascida em 12 de setembro de 2006, Gabriela Lopes faria aniversário nesta terça-feira, mas acabou morta vítima da violência contra as mulheres.

Dados do portal de segurança pública do Pará mostra que em 2023, até agora, já foram registrados 3371 casos de estupro no estado, destes, 15 foram registrados em Pacajá.

No mesmo período foram registrados 2 casos de feminicídio na cidade. Após a morte de Gabriela ser noticiada na cidade, a escola onde a adolescente estudava publicou uma nota de pesar e suspendeu as aulas e decretou dois dias de luto oficial. A Polícia Civil investiga o caso, qualquer informação pode ser repassada de forma anônima através do número 181.

Fonte: Portal Confirma Noticia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo