Educação

Mais uma reunião frustrada entre professores e governo em Xinguara

Na noite de ontem quarta-feira, 30 de abril, aconteceu mais uma reunião entre o (SINTEPP), Sindicato dos Trabalhadores em Educação e governo Municipal de Xinguara. A reunião tinha como objetivo um acordo entre as duas partes, para que a greve dos professores que já dura 17 dias, chegasse ao fim, mas não foi possível chegar a tal acordo.

Segundo o Coordenador do SINTEPP, professor Janesley de Siqueira, não houve avanço nas negociações, “Mesmo antes de chegar ao principal ponto da reunião os ânimos já estavam tensos, não chegou a falar, nos 10,4% de reajuste reivindicado pelos professores, que era para ser discutido e chegar a um acordo, a discussão começou a ficar tensa depois que o prefeito Osvaldinho Assunção disse que para fazer um acordo, seria criado um calendário para os educadores que aderiram à greve repor as aulas, proposta recusada por unanimidade entre os grevistas”. Disse o coordenador.

Os educadores em greve entenderam que o prefeito estaria criando um calendário para punir os professores que aderiram à greve, uma vez que o acordo iria beneficiar toda a classe. “A noite foi tensa com fortes debates, mas não conseguimos chegar a um TAC-Termo de Ajuse de Conduta, para começa a negociar, a Secretaria de Educação não assegurou ao Sindicato, pontos cruciais para garantir a reposição das aulas, por isso a reunião não teve êxito, os debates foram tensos mais não querem discutir”. Afirmou Janesley de Siqueira, representante da classe.

O coordenador do SINTEPP garantiu que a greve vai continuar, Janesley ressaltou que o prefeito precisa estar alheio à discussão e que o Secretario de Educação Vilmones da Silva é o inteiro responsável pela situação.

Nossa equipe entrou em contato por telefone com o Secretario de Educação Vilmones da Silva, para ouvir sua versão, mas como se trato do feriado de 1º de maio, o secretario não se encontrava na cidade, mais ele garantiu que o SINTEPP não quer respeitar o direito daqueles professores que estão em sala de aula. Vilmones disse que na próxima segunda-feira (05), uma nova reunião será realizada com o SINTEPP.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo