Protesto

MANIFESTAÇÃO: Rodovia Federal do Pará, BR 155 está interditada na altura do KM 98 entre Xinguara e Eldorado dos Carajás

O povo do sudeste do Pará pede socorro e reivindicam a retomada das obras de restauração da Rodovia, que estão paradas

A Rodovia Federal, BR 155, que liga as regiões mais importantes do Estado do Pará, amanheceu interditada nessa segunda-feira, 13, na altura do KM 98 entre os Municípios de Xinguara e Eldorado dos Carajás, na região conhecida anos, como “Gogó da Onça”, hoje, Distrito Rio Vermelho pertencente ao Município de Xinguara.

O trânsito na Rodovia foi interrompido as 5 horas da manhã, e não tem horário para ser liberado, desde que, um representando do Governo Federal venha falar com a população, trazendo uma solução para o problema da Rodovia.

Falamos com Rubens da Silva (Rubinho do Gogó), um dos organizadores da manifestação, segundo ele, o trânsito vai ficar parado sem liberação intervalada, até que o Governo venha dar uma satisfação ao povo. Ele disse mais, só vai passar ambulância e alguém que comprove a extrema necessidade de seguir viagem.

A BR 155, com tamanha importância para o estado, está abandonada por parte das autoridades governamentais. Os 360 KM que liga Redenção a Marabá está in-trafegável, só para ter ideia, de Xinguara a Marabá são 250 KM, trecho que os usuários gastavam em media 02:40hs, hoje estão gastando no mesmo trecho mais de 04:00hs de viagem, isso de carro de pequeno porte.

A interdição da BR se deu por conta da paralisação das obras de reconstrução da Rodovia, por parte da empresa ETHEOS, a empresa vinha trabalhando na restauração do trecho entre Xinguara e Eldorado dos Carajás, a mais de dois anos, sem conclusão da obra.

Entenda

O trecho mais precário da BR 155, é entre o Distrito Rio Vermelho e a cidade de Eldorado dos Carajás, a empresa ETHEOS chegou a colocar o asfalto nesse trecho, mas em menos de quatro meses a massa asfáltica virou poeira e o sofrimento dos usuários triplicaram, após isso a ETHEOS, voltou a trabalhar para refazer o serviço de péssima qualidade feito pela própria.

Aí, os usuários passaram a ter problemas em dobro. A empresa ETHEOS calçou todo o trecho com pedra ferro e cobriu com cascalho, só que o cascalho saiu, deixando as pontas de pedra descobertas, parecendo faca, impossibilitando a passagem dos veículos com velocidade acima de 30 KM por hora, para não ter pneus cortados.

Vamos estar acompanhando o movimento durante todo o dia e faremos as atualizações aos nossos internautas leitores.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo