NotíciasPolícia

Marido mata companheira com tiro de espingarda no município de Xinguara

Edna com Paulo em momento familiar (PROCURADO)
Edna com Paulo em momento familiar (PROCURADO)

No último sábado (17), um crime ocorrido no município de Xinguara no sul do Estado do Pará, deixou a população da região chocada. A produtora rural Edna Fagundes da Silva, de 38 anos de idade foi assassinada com um tiro de espingarda “Pufora” na cabeça, o autor do disparo foi Paulo Sérgio Pereira Novaes, com quem Edna vivia maritalmente a pouco mais de 8 meses.

O crime aconteceu em uma localidade conhecida como Mote Castelo, a 90 Km da sede do município. Paulo Sérgio deu um tiro no lado esquerdo do rosto de Edna, que estourou o crânio da mulher, causando um buraco enorme. Segundo relato de uma sobrinha da vitima, Paulo Sérgio, após cometer o crime ligou do celular da própria mulher para avisar a família dela. A sobrinha que atendeu a ligação, contou que Paulo falou tudo na maior calma, quando ela perguntou pela sua tia ele começou a falar, “Olha acabou tudo eu não aguentei mais, acabei de matar a Edna e vou me matar também, só queria te pedir desculpas, mas não vai adiantar você não vai me perdoar uma coisa dessas, faz o seguinte manda o IML vir aqui buscar os corpos”, Paulo Sérgio.

Edna Fagundes era dona da propriedade rural onde morava com o acusado, segundo a família de Edna já vinha tentando se separar de Paulo há algum tempo, pois não estava mais suportando o ciúme doentio que ele tinha por ela, mas ele nunca quis aceitar a ideia da separação. Todos acreditam que o principal motivo para o que aconteceu foi esse da separação, por não aceitar Paulo decidiu tirar a vida da mulher.

Só que Paulo não cumpriu o que falou ao telefone, o que ele fez mesmo foi fugir do local para rumo ignorado. Quando a Policia Civil de Xinguara chegou ao local acompanhada de uma funerária havia uma aglomeração de pessoas e o corpo caído e coberto com um lençol, mas ninguém soube informar o rumo que Paulo Sérgio tomou. A polícia agora trabalha para tentar prender o criminoso. A polícia pede que se alguém tiver uma informação que leve ate Paulo Sérgio Pereira Novaes, que informe não precisa se identificar, basta fazer uma denuncia anônima. As informações podem ser repassadas para a Polícia Militar através do 190, ou, podem ligar para a Delegacia da Polícia Civil de Xinguara, (94) 3426-2305.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo