PRF

Motorista que atropelou e matou jovem na BR-153 é preso por embriaguez ao volante e homicídio culposo

Histórico de Adenizio Souza Marata inclui envolvimento em outros acidentes anteriormente

O condutor do Bitrem que atropelou e causou a morte de uma jovem no perímetro urbano da BR-153 em Araguaína foi preso em flagrante pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) por dirigir sob efeito de álcool. Identificado como Adenizio Souza Marata, de 36 anos, conhecido como ‘Maranata’, o motorista foi detido no local do acidente, após o caminhão atravessar o canteiro central da rodovia, invadir a pista contrária e colidir com a moto pilotada pela vítima.

Os agentes da PRF submeteram o motorista ao teste do bafômetro, que revelou índice de 1,36 mg/L no sangue, quatro vezes acima do limite permitido de 0,34 mg/L. Diante dessa constatação, o condutor foi autuado por homicídio qualificado por dirigir embriagado e encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA).

Motorista preso em flagrante pela PRF, logo após o acidente. / Foto: Araguaína Notícias

O acidente fatal ocorreu no início da tarde desta quarta-feira (03/01), próximo ao monumento do Cristo Redentor em Araguaína. O caminhoneiro se dirigia a Nova Olinda, enquanto a motociclista trafegava no sentido norte. O descontrole do veículo resultou na invasão da pista contrária e no impacto com a motocicleta. A carreta arrastou a moto e a jovem, Pollyane Ferreira dos Santos, de 24 anos, que ficou presa embaixo do pneu do caminhão e veio a óbito no local. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) para posterior liberação à família.

Segundo informações do Portal AF Notícias, Adenizio Souza Marata já teria se envolvido em outros dois acidentes em Mato Grosso e estava atualmente trabalhando no Maranhão.

Com informação do Portal AF Notícias

Botão Voltar ao topo