Mulher é presa acusada de agredir pai idoso

Vizinhos denunciaram a agressão sofrida pelo idoso Flávio Barroso, 85 anos, durante a manhã da última terça-feira (20).

Com hematomas por diversas partes do corpo, a vítima relatou o momento em que a própria filha e o genro iniciaram as agressões. “Estava sentado conversando com um vizinho em um bar, quando eles apareceram e começaram a me agredir sem motivo algum”, afirmou. O idoso disse morar há mais de 15 anos na casa da filha Maria Luiza Barroso Mandú, 50 anos, localizada no conjunto Vale Verde em Ananindeua.

Além da agressão, a vítima afirmou ter passado a noite inteira na rua, pois foi proibida de entrar na casa. Ele ainda declarou que esta é a primeira vez que é espancado pela filha, mas sempre sofreu agressões verbais. “Eles falam palavrão pra mim, discutem alto comigo”.

Revoltados com o ato de covardia, alguns vizinhos levaram o idoso até a Seccional Urbana da Cidade Nova, para denunciar o ocorrido. “Senti-me na obrigação de ampará-lo e traze-lo até a delegacia para que as autoridades tomem as devidas providencias em relação ao caso”, declarou Bine Sanches, vizinha da vítima.

“A gente ouve na vizinhança que os maus-tratos sofridos por ele não é de hoje. Apesar das claras evidências de agressão, solicitei exame de corpo delito para o Instituto Médico Legal (IML) e espero que isso não fique impune”, finalizou.

De acordo com informações da Polícia Civil, Maria Luiza foi autuada em flagrante por lesão corporal e será estipulada uma fiança de um salário mínimo. (Diário do Pará)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA