Polícia

Mulher vira de Tucumã para tentar reconhecer restos mortais encontrado em Xinguara

Delegado Orimaldo na entrevista
Delegado Orimaldo na entrevista

O delegado José Orimaldo falou com a impressa na manhã desta quarta-feira (20), o delegado disse que uma senhora da cidade de Tucumã, deve acompanhar os exames que serão realizados na ossada em Marabá no (IML), Instituto Médico Legal, a fim de fazer o reconhecimento dos restos mortais que foi encontrado ontem à tarde. Pois ela está com seu filho Fernando, conhecido como “PRIMÃO”, desaparecido há algum tempo e como o carro dele foi encontrado nas proximidades de Xinguara, ela tem esperanças de que está ossada possa ser dele, e assim poder fazer o enterro do seu filho.

DSC_0254 [1024x768]Como havia alguns objetos, como um pé de botina, um cinto masculino e restos de uma calça, a ossada poderá ser reconhecida. Mas para o delegado Orimaldo, a resposta concreta só após o resultado dos exames realizados pelos peritos do IML. O delegado disse que a ossada deve ser encaminhada para Marabá amanhã quinta-feira (21).

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo