Novos conselheiros tutelares são escolhidos em Xinguara. Mandato é de quatro anos

Diogo Silva, Paula Carolina, Márcia Godoy, Dêane Barros e Ilton Carvalho (Foto: Divulgação)

Neste domingo, 06, aconteceu a votação que escolheu os novos conselheiros tutelares de Xinguara. Foram eleitos 05 membros titulares, para mandato de 04 anos.

A votação começou as 08h da manhã e se estendeu até às 17h, tendo sido realizada a contagem dos votos logo em seguida. Ao todo, 13 candidatos disputaram as 05 vagas.

No início da votação os eleitores se depararam com a desorganização, com a grande demora para verificação dos nomes de votantes em uma enorme lista, para comprovação da inscrição de eleitor atualizada pela Justiça Eleitoral. Muitas pessoas foram às escolas, eram 03 na cidade, mas diante da situação vários eleitores acabaram indo embora sem votar, já que não era obrigatório.

Nos distritos, onde tinha seções, São José do Araguaia e Rio Vermelho, a votação foi mais tranquila. No Distrito São Francisco não teve seção para que, cerca de 800 eleitores de lá pudessem votar.

Essa ausência de seção em São Francisco gerou um episódio bastante comentado em um grupo de whatsapp, depois que o vice-prefeito, Raimundo Mototáxi, relatou que foi a Escola Alto Araguaia, informando que queria votar, então descobriu que não havia seção.

Como ele vota lá, nas eleições eleitorais oficiais, Raimundo disse que foi votar para conselheiro tutelar, mas a seção daquela escola, foi aglomerada na Escola Betel, na sede do município. Sem ter seção na Escola Alto Araguaia, a comunidade do distrito de São Francisco foi impedido de votar e contribuir na escolha dos conselheiros tutelares para o pleito dos próximo quatro anos.

A apuração aconteceu na Câmara Municipal. Compareceram às urnas um total de 2079 votantes, as urnas foram distribuídas em 5 escolas, sendo 3 na zona urbana e 2 na zona rural, da seguinte forma: (zona urbana) Escola Municipal Cora Coralina, somando 885 votos. Escola Municipal Tancredo Neves, somando 945 votos. Escola Municipal Betel, somando 47 votos. (zona rural) Escola Padre João Luiz Purguy do Distrito Rio Vermelho, somando 55 votos. Escola Municipal Distrito São José, somando 147 votos. A eleição para a escolha dos membros do Conselho Tutelar para o mandato 2020/2024, não atingiu nem 10% do eleitorado do município.  Dos 30.840 eleitores, apenas 2.079 compareceram as urnas. Dos votos computados foram considerados nulos 202 deles.

Os eleitos foram:

1º Dêane da Silva Barros Chave – 278

2º Benvinda Márcia Godoy Vieira – 222

3º Paula Carolina Silva da Silva Fernandes – 219

4º Ilton Carvalho Vieira – 207

5º Diogo Silva Pereira – 189

Suplentes:

1º Raymara da Silva Lima – 189

2º Nely Augusta Penha – 188

3º Antonio Pereira Guimarães – 99

4º Lorrany Lima de Souza – 84

5º Eva Lopes Bezerra – 82

Os demais candidatos foram eles: Jane Maria de Barros, ela obteve 69 votos, Rute Souza Lima Teixeira, 49 votos, e Antônia Hélida Carneiro da Silva Vieira, 02 votos. A apuração transcorreu sem nenhuma impugnação. Sendo assim encerrada as 02h20min dessa segunda-feira 07 de outubro.

Os eleitos tomarão posse no dia 10 de janeiro de 2020.

SEM COMENTÁRIO