Cidades

O Júri Popular da comarca de Xinguara se reunirá para julgamento de dois processos

O Excelentíssimo senhor doutor Enguellyes Torres de Lucena, MMº Juiz de Direito substituto, respondendo pela 2º Vara da Comarca de Xinguara no Estado do Pará, no uso de suas atribuições legais.

Edital
Edital

Faz saber a quanto o presente edital da escala dos processos que serão submetidos a julgamento na reunião do Tribunal do Júri Popular da Comarca de Xinguara, nos dias 18 e 19 de fevereiro de 2014, vierem ou dele tiverem conhecimento, principalmente ao Órgão Ministério Público desta Comarca, aos réus abaixo relacionados e aos seus respectivos advogados defensores, que estão designados os dias 18 e 19 de fevereiro de 2014, para os trabalhos das reuniões do Tribunal do Júri Popular da Comarca de Xinguara, correspondente a primeira sessão do ano de 2014.

Foi elaborado a lista e escala dos processos que estará em julgamento na mencionada reunião e que obedecerá a seguinte pauta:

No dia (18/02/14), às 08 horas será julgado o Processo Criminal de nº 0000214-07.2006.814.0065, de ação penal movida pela Justiça Pública, contra o réu Valdir Bezerra Conceição, tendo como vítima Gleison Pereira dos Santos, por infração a art. 121. c/c art. 14 II, ambos do Código Penal Brasileiro, e que tem como advogado a Defensoria Pública.

No dia (19/02/14), às 08 horas será julgado o Processo Criminal de nº 0000087-10.1999.814.0065, de ação penal movida pela Justiça Pública, contra o réu Laurindo Alves de Sousa, tendo como vítima Raimundo Israel Chaves Rocha, por infração ao art. 121,§ 2º, incisos IV do Código Penal Brasileiro.

O Diretor de Secretaria da 2ª Vara, José Augusto Alves Costa, falou com nossa equipe de reportagem e disse: “Para que todos tome conhecimento e ninguém alegue ignorância, foi mandado expedir o presente edital, no dia 15 de janeiro de 2014, com a lista dos processos que serão submetidos a julgamento na Reunião do Tribunal do Júri Popular da Comarca de Xinguara”.

O Diretor de Secretaria, José Augusto, aproveitou para convidar a população para se fazer presente neste exercício de cidadania, não só a população, mas aqueles que foram intimados a fazer parte do Concelho de Sentencia e podem ser sorteados para fazer parte do Concelho, uma vez que aqueles que não justificar o não comparecimento pode sofrer consequências disciplinares.

Ele falou ainda sobre a situação dos réus. Augusto disse que, o réu Valdir Bezerra Conceição, cometeu uma tentativa de homicídio contra a vítima, o Garçom, Gleison Pereira dos Santos, no dia 01 dezembro de 2005, como consta nos autos. Desde então Valdir Bezerra, que foi preso na época do crime, havia fugido da cadeia em 2007, mas foi preso recentemente no Estado do Maranhão e recambiado para o Presidio de Marituba-PA, onde está a disposição da Justiça.

Já o réu Laurindo Alves de Sousa, acusado de ter matado a facadas a vítima Raimundo Israel Chaves Rocha, como consta nos autos, se encontra foragido da Justiça e vai ser julgado sem estar presente. Laurindo Alves de Sousa tem um mandato de prisão preventiva contra ele, dependendo dos resultados da Seção do Tribunal do Júri, esse mandato será transformado em um mandato definitivo, para que os Órgãos de Segurança possa capturar o réu e ele possa responder por esse crime que ele cometeu no ano de 1999. Declarou José Augusto.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo