Polícia Militar

Operação Papai Noel deflagrada pela PM de Xinguara retira várias motocicletas irregular das ruas

A Operação Papai Noel, deflagrada pela PM de Xinguara para combater a perturbação do sossego alheio, retirou das ruas mais de 20 motocicletas que trafegavam de forma irregular. As motocicletas e alguns condutores, a maioria menores de idade, foram detidos e apresentados na Delegacia de Xinguara para as medidas cabíveis.

A operação ocorreu na noite do dia 25 de dezembro de 2023, durante toda a madrugada de Natal, com o objetivo de coibir o crime de perturbação do sossego praticado por vários adolescentes. Estes percorriam a cidade com um dispositivo acoplado ao escapamento da motocicleta, gerando um barulho muito alto que perturba o sossego da população de Xinguara.

As informações indicam que a maioria dos infratores detidos são menores de idade, levando vários pais a comparecerem na delegacia para prestar esclarecimentos sobre a conduta de seus filhos. Na operação, um jovem maior de idade também foi apresentado por conduzir uma motocicleta com uma menor de idade na garupa.

A polícia tem todo o trabalho de coibir o crime cometido por esse tipo de infrator, praticamente em vão. A frágil lei brasileira permite que em menos de um dia, todas as motocicletas apreendidas voltem a circular novamente. Na terça-feira, 26, perguntamos ao Delegado de plantão na Delegacia de Xinguara, Dr. Max Meller, quais os critérios usados para a liberação do veículo, e ele afirmou que “é preciso que o proprietário coloque as peças e acessórios originais na motocicleta; em seguida, o veículo é liberado para uma pessoa habilitada. No caso dos infratores menores de idade, os pais são ouvidos, e após assinarem o termo assumindo compromisso de apresentar o menor infrator em Juízo, saem levando o filho e a motocicleta”, afirmou.

O trânsito em Xinguara há tempos está caótico, necessitando de uma fiscalização mais rigorosa. Uma grande parte dos condutores não respeita a sinalização de trânsito, observando-se condutores furando o sinal vermelho, realizando ultrapassagens de forma irregular e motoqueiros circulando em alta velocidade pelas ruas e avenidas da cidade.

Em busca de informações sobre as medidas tomadas para coibir as irregularidades no trânsito de Xinguara, procuramos o gerente da CIRETRAN, Dr. Erick Campos. Ele afirmou que o trânsito de Xinguara é fiscalizado principalmente pelo DMT – Departamento Municipal de Trânsito, uma vez que há mais de 20 anos foi municipalizado.

Dr. Erick explicou que a CIRETRAN tem uma responsabilidade secundária, pois o principal fiscalizador é o município. Segundo ele, o município, de acordo com as leis de trânsito, pode realizar todo tipo de trabalho relacionado à fiscalização, agindo como se fosse o DETRAN. Ele enfatizou que, por ser uma CIRETRAN B, o DETRAN de Xinguara não possui agentes lotados no município para auxiliar nos trabalhos de orientação, educação e fiscalização no trânsito.

O gerente sugeriu que para obter mais informações, o DMT fosse procurado. Tentamos contato por telefone com o DMT, mas não obtivemos resposta até o fechamento desta matéria.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo