PolíticaXinguara

Osvaldinho Assunção ainda está filiado ao PMDB

logo_pmdb_chapada_ALTANo início deste mês de abril, circulou a notícia de que o prefeito de Xinguara, Osvaldinho Assunção, teria conseguido na justiça o direito de se desligar do PMDB, partido pelo qual foi eleito em 2012.

A notícia, naquela ocasião, foi dada como uma vitória pelo grupo político de Osvaldinho, considerando suas, eventuais, pretensões de candidatura a reeleição já, que, com isso, ficaria desimpedido para filiar-se a qualquer partido.

Entretanto, ainda não tendo revelado para qual sigla iria, o imbróglio apenas começou, pois, a decisão não se aplica de imediato, o que parece ter sido uma noticia de 1º de abril.

De fato, a Petição para seu desligamento do PMDB foi recebida pela justiça, porém, sem que contasse com a reação da direção peemedebista, cujos caciques estaduais, Jader e Helder, não engolem a postura do gestor de Xinguara, quando não aderiu à candidatura da sigla para o governo do Estado em 2014, tendo, pelo contrário, apoiado o tucano Simão Jatene, opositor ferrenho dos Barbalhos.

Agora, os advogados do PMDB estadual, são cinco, ao que tudo se desenha, não darão sossego a Osvaldinho, principalmente, pelo fato de o partido aparecer com um nome às eleições municipais de 2016. Com isso, ao que se pode configurar estratégia para, somente depois do prazo de filiação partidária para quem tenham pretensões de candidatura, utilizar-se das diretrizes estatutárias. Assim, tudo encaminharia para ser menos um no projeto político eleitoral de Xinguara a ser encarado pelo PMDB.

O processo foi encaminhado no dia 17, ao Ministério Público Eleitoral para que o MPE se manifeste sobre o pedido de desligando de Osvaldinho Assunção do PMDB.

Na Petição 270584, apresentada no ano passado, Osvaldinho pede sua saída do partido por justa causa, alegando ter sofrido grave discriminação por parte de dirigentes da sigla. São três os advogados que atuam na defesa do prefeito.

O caso está sendo relatado no Tribunal Regional Eleitoral pela Desembargadora Célia Regina de Lima Pinheiro. A comprovação da filiação do prefeito Osvaldo de Oliveira Assunção Junior, conforme levantamento realizado no dia 16, consta no filiaweb, que é o sistema de controle de filiações partidárias do Tribunal Superior Eleitoral. (Por: Antonio Guimarães)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo