NotíciasPolítica

Osvaldinho Assunção se reelege a prefeito de Xinguara e 5 vereadores continuam na Câmara

Osvaldinho Assunção na Cabine de Votação
Osvaldinho Assunção na Cabine de Votação

O atual prefeito e candidato à reeleição a prefeitura de Xinguara, Osvaldo de Oliveira Assunção Júnior, o Osvaldinho Assunção, do (PSDB), continua na administração do município. O pecuarista Osvaldinho Assunção foi eleito prefeito de Xinguara pela primeira vez em 7 de outubro de 2012, no primeiro turno, com 10.768 votos (48,56% dos votos válidos). Agora em 2 de outubro de 2016, se reelege com 10.670 votos com (44,92% dos votos válidos).

Osvaldinho45 e seu vice Raimundo Mototaxi, com os candidatos a vereadores da coligação “Xinguara não Pode Parar”, apresentaram propostas aos eleitores que, o trabalho por uma Xinguara melhor pode continuar, com as propostas apresentadas Osvaldinho se reelegeu e terá mais 4 anos para trabalhar em favor da população xinguarense.

Os outros 13.083 votos foi para outros 3 candidatos que concorriam as eleições contra Osvaldinho. Amarildo Paulino da Silva, do PSD foi o segundo colocado com 8.487 votos (35,73%). Ari do Nascimento do PMDB ficou em terceiro lugar com 3.630 votos (15,28%), em quarto lugar ficou o candidato do SD, Dr. Ribamar com 966 votos (4,07%).

Na disputa de uma vaga na Câmara de Vereador, dos 198 candidatos, 13 deles se elegeram, cinco já estavam lá, só garantiram a reeleição.

Vereadores Eleitos e Reeleitos:

1º Olair Reis do PSB, 838 votos (3,56%), reeleito.

2º Cleomar da Vale do PSC, 690 votos (2,93%).

3º Roberto da Yamaha do PR, 689 votos (2,93%).

4º Raimundo da Serraria do PSDB, 591 votos (2,51%).

5º Irmão Zeca do DEM, 570 votos (2,42%).

6º Adair Marinho do PDT, 550 votos (2,34%), reeleito.

7º Dito do Cinema do PSDB, 533 votos (2,26%), reeleito.

8º Manga do PSC, 530 votos (2,25%), reeleito.

9º Ébia Costa do PSB, 501 votos (2,13%).

10º Jacó do PP, 494 votos (2,10%), reeleito.

11º Leandro Gomes do PSDB, 424 votos (1,80%).

12º Vilmar Dular do PSD, 333 votos (1,41%).

13º Edelton do Itamaraty do PDT, 300 votos (1,27%).

Como sempre acontece na política, alguns candidatos a vereador tiram mais votos do que o 13º dos eleitos, mas por sua coligação não conseguir o coeficiente necessário ficaram foram. Como por exemplo, dois vereador que buscava a reeleição, Cição do PMDB, com 485 votos fiou na 14º colocação e Jair da Rio Vermelho do PSC, com 475 votos ficou na 15º posição.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar