Esporte

Ourilândia poderá perder os pontos do primeiro jogo da final da Copa Sul Pará 2015

Denuncias aponta que a seleção de Ourilândia do Norte, usou dois atletas irregulares na primeira partida da final da Copa Sul Pará, o jogo foi contra a seleção de Redenção na Arena Serrinha no último dia 5 de dezembro. Se essa denuncia for comprovada, Ourilândia pode perder o ponto conquistado no empate em 1×1 jogando fora de casa.

No dia 10 de dezembro, quinta-feira, acontece em Xinguara uma reunião na sede da secretaria de esporte para apurar denuncia sobre o jogo de volta das semifinais da Copa Extremo Sul Pará de Seleções, entre as seleções de Ourilândia e Sapucaia. Jogo ocorrido no dia 29 de novembro no estádio municipal de Ourilândia do Norte.

Os jogadores, Douglas Santana e Leomar Ferreira dos Santos de Ourilândia foram expulsos pelo árbitro da partida, senhor Edilson Galdino, mas mesmo expulsos os dois jogadores jogaram contra a seleção de Redenção no primeiro jogo da final da competição. Para os dirigentes de Redenção tudo estava correto, mesmo sendo os responsáveis pela organização do campeonato os dirigentes da Liga Esportiva redencense seguiu a súmula da partida anterior, onde os nomes apontados como expulsos eram dos atletas, Emivaldo O. Dos Reis e Tiago Neres Arruda, por isso não perceberam nada, até que dirigentes da Liga de Tucumã e atletas de Sapucaia denunciasse que os atletas estavam irregulares na partida.

Desde então o assunto causou uma serie de especulações, por isso o presidente da Liga de Redenção, Vilson Cabral, decidiu marcar a reunião para ouvir as partes envolvidas, inclusive o quarteto de arbitragem que atuou na partida em questão, o árbitro Edilson Galdino os auxiliares Vagner Conceição e José Maurílio e o delegado do jogo, Manoel Monteiro.

Vilson Cabral falou com nossa reportagem por telefone e disse que espera sair da reunião com o assunto esclarecido, “espero que esse episódio seja resolvido, inclusive espero que o quarteto de árbitro possa explicar qual o motivo do erro na súmula do jogo em relação aos dois atletas expulsos não ter seus nomes relacionados no relatório, sendo que os dois jogadores que aparecem como expulsos não aparece no time titular e nem nas substituições, ou seja, eles não entraram em campo”, afirmou Vilson.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo