NotíciasSaúdeSegurança Pública

Pará fica na 15ª posição no ranking de isolamento nesta quarta

Segup ressalta a importância da população se manter consciente sobre os riscos da exposição às ruas e a necessidade do distanciamento social

O Pará ficou na 15ª posição no ranking nacional de isolamento social nessa última quarta-feira (17), quando 37,16% das pessoas ficaram em casa para evitar a proliferação do novo coronavírus.

O secretário de Segurança Pública e Defesa Social do Pará, Ualame Machado, ressalta a importância da população se manter consciente sobre os risco da exposição às ruas e a necessidade do distanciamento social.

“É muito importante que as pessoas tenham consciência de que ainda atravessamos um momento delicado. Ainda que nosso sistema de saúde esteja mais desafogado, mas o distanciamento social ainda é a melhor arma para combatermos a proliferação do vírus no nosso estado. Reforçamos que todos evitem sair de casa, ao menos que seja necessário, e não esqueçam do uso da máscara e dos cuidados de higiene para evitar a contaminação”, ressaltou.

Ualame Machado destaca ainda a atuação dos órgãos de segurança na fiscalização quanto ao cumprimento do decreto governamental.

“Nós, da Segurança Pública, continuamos atuando na fiscalização ao cumprimento do decreto do governo para monitorar e coibir abusos. Ainda que algumas atividades já estejam funcionando, mas é importante atender aos protocolos vigentes para combatermos a proliferação do vírus que ainda circula entre nós” disse o titular da Segup.

MUNICÍPIOS

Na análise das cidades paraenses, os três melhores índices de isolamento foram nos municípios de Afuá (59,3%), Anajás (55,9%) e Aveiro (51,4%).

Já as cidades que mais desobedeceram à recomendação de ficar em casa, registrando um baixo índice de isolamento, foram Primavera (22,6%), Santa Cruz do Arari (25,6%) e Curuá (26,4%). 

Na capital paraense e em Ananindeua foram registrados, respectivamente, os índices de 37,96% e 36,6%.

Em Belém, incluindo os distritos, os bairros com as maiores taxas de pessoas em casa foram: Aeroporto (53,8%), Souza (53,1%) e Maracajá (51,8%). Já as piores taxas ficaram com Campina de Icoaraci (20%), Curió-Utinga (23,1%) e Fidélis (23,2%).

Em Ananindeua, os melhores índices foram registrados nos bairros Águas Brancas (49,3%), Julia Seffer (48,8%) e Heliolândia (48,8%); as piores taxas foram observadas em Guanabara (26,9%), Águas Lindas (28,8%), Heliolândia (29%). Em Heliolândia, os técnicos mediram pontos distintos do bairro.

SERVIÇO

O percentual de isolamento nos 144 municípios paraenses e o monitoramento completo estão disponíveis em um espaço exclusivo sobre os índices no site da Segup.

Fonte: Agência Pará

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo