NotíciasPolícia

Pau D`Arco (PA): Identificadas as 10 pessoas mortas na Fazenda Santa Lucia

DSCF5354A Polícia Civil do Pará divulgou os nomes das 10 pessoas, sendo 9 homens e uma mulher, mortas em confronto com policiais na fazenda Santa Lúcia, no município de Pau D`Arco, na quarta-feira (24). Os corpos foram encaminhados para o IML de Marabá e Paraupebas.

Os corpos foram enterrados na manhã desta sexta-feira (26).

DSCF5308Weldson Pereira da Silva, Nelson Souza Milhomem, Weclebson Pereira Milhomem, Ozeir Rodrigues da Silva, Jane Julia de Oliveira, Regivaldo Pereira da Silva, Ronaldo Pereira de Souza, Bruno Henrique Pereira Gomes, Antônio Pereira Milhomes, Hércules Santos de Oliveira.

Os corpos das sete vitimas  de uma mesma família, foram sepultadas no Cemitério Municipal Park da Saudade, na manhã desta sexta-feira (26). O cenário era de dor, choro, revolta e indignação, com ação policial que foi chamada de chacina pelos parentes das vítimas.

DSCF5332Os corpos das vítimas chegaram a Redenção,  por volta das 5hs da manhã da sexta -feira e foram velados por cerca de três horas na quadra da Escola Municipal Otavio Batista Arantes, no Setor Aripuanã. Os corpos de Hercules Santos de Oliveira, 20 anos e Bruno Henrique Pereira Gomes, 20 anos,  foram sepultados no Cemitério de Pau D’arco.

Em Redenção os corpos Regivaldo Pereira da Silva, 33 anos, Ronaldo Pereira de Souza, 41,  Antônio Pereira Milhomem, 50 anos, Weldson Pereira da Silva, Nelson Souza Milhomem, Jane Julia de Oliveira Weclebson Pereira Milhomem, foram sepultados em linha reta próximos um dos outros.

DSCF5317Durante o velório, Dona Verônica Pereira, mãe dos irmãos Weldon Pereira de Souza e Wclebson Pereira, lamentava, dizendo que a vida havia perdido o sentido para ela com a morte dos dois filhos.””Eu perdi tudo meus dois filhos eram que cuidavam de mim, como vou viver agora sem eles””, lamentava a mãe.

Ainda de acordo com a idosa, um de seus filhos mortos na chacina, não tinha nada a ver com a invasão ele fora apenas buscar o irmão que estava no acampamento e acabou sendo morto””, disse Dona Verônica.

DSCF5416A dor de quem perdeu mãe, pai, primos e tios, se transformou em lágrimas e choros, no momento em que os corpos eram depositados nas sepulturas. O cortejo fúnebre foi acompanhado por familiares e amigos das vítimas no último adeus. Emissoras de televisão e jornal impresso da capital fizeram a cobertura do sepultamento.  O sepultamento de Ozeir Rodrigues da Silva, ocorreu separadamente das outras vítimas.

Fonte: Dinho Santos e Otavio Araújo

Fotos: Otavio Araújo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar