NotíciasPolícia

Pau D’Arco: Polícia investiga morte ocorrida na Fazenda Santa Lúcia no último fim de semana

A Fazenda Santa Lúcia, no município de Pau D´Arco cenário de uma chacina em maio de 2017, registrou no último fim de semana mais uma morte violenta. Joacir Fran Alves da Mota, 38 anos, conhecido como “sexta-feira”, foi executado a tiros na noite do último domingo (4).

Joacir era ocupante de um lote na área invadida da Fazenda Santa Lúcia, a Delegacia de Conflitos Agrários de Marabá (Deca) deslocou uma equipe para o município de Pau D’Arco, seguindo determinação da Delegacia Geral de Polícia Civil, para realizar os procedimentos de investigação do assassinato.

A diligência foi acompanhada por uma equipe do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves de Marabá. A apuração do homicídio ficará com o delegado Alexandre Nascimento, titular da Deca de Marabá, devido levantamentos preliminares apontarem a motivação do crime como sendo decorrente de conflito fundiário. A causa principal seria a disputa interna entre os posseiros que ocupam todo o imóvel rural.

Conflitos

Em maio de 2017 , 10 trabalhadores rurais foram assassinados em uma operação policial,  a ação policial na fazenda Santa Lúcia,   foi classificada como chacina, pois não houve confronto e sim execução, foi o que apontou o laudo pericial de reprodução simulada apresentado pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) e a Polícia Federal . Confira no link http://conexaopara.com.br/2017/08/29/laudo-pericial-da-simulacao-das-mortes-em-pau-darco-foi-divulgado-nesta-segunda-feira-28/

As disputas na propriedade iniciaram em 2010, quando a fazenda foi ocupada por um grupo de trabalhadores rurais que desejava construir um assentamento para reforma agrária no local.

Conexão Pará

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar