NotíciasPolícia

Polícia busca pistas para identificar criminosos que mataram adolescente em Belém

Jovem saía de uma arena de futebol quando homens atiraram. Polícia acredita que alvo da execução era rapaz de 22 anos que foi baleado.

A Polícia Civil está levantando pistas para identificar os criminosos que mataram um adolescente na terça-feira (26), no bairro do Guamá, em Belém. Segundo os investigadores, o alvo era um homem que também foi baleado e que virou testemunha. O caso é investigado na Seccional do Guamá.

O crime aconteceu em frente a uma arena de futebol na passagem Alegre. Cerca de dez pessoas jogavam uma partida. Quando o jogo terminou, as duas vítimas que estavam na arena saíram e, segundo testemunhas, foi nesse momento que dois homens em duas motos, que estavam do lado de fora, começaram a atirar.

Um dos tiros atingiu no peito Clebson da Silva Magno, de apenas 13 anos. O menino chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu. O corpo do adolescente será enterrado no cemitério do Tapanã.

Um rapaz de 22 anos, vizinho do adolescente, levou um tiro na cabeça. Um vídeo com imagens de um celular mostra o momento em que a vítima é socorrida e levada para o Hospital Metropolitano. O estado de saúde dele é grave.

De acordo com o delegado Daniel Castro, nenhuma das vítimas tem passagem pela polícia. Os depoimentos de testemunhas e, principalmente do sobrevivente, podem ajudar a identificar os criminosos.

“Ele [rapaz de 22 anos] era o alvo principal da ação dos executores, é claro que foi uma situação de execução. Como ele era o alvo principal, ele pode trazer umas informações e até quem sabe o reconhecimento de um dos autores”, afirmou o delegado.

G1/PA

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo