Polícia Civil cumpre mandados e prende 25 pessoas em Baião e Soure

Foto: Agência Pará

A Polícia Civil do Pará prendeu 25 pessoas, nesta terça-feira (26), em cumprimento a mandados judiciais nos municípios de Baião, no nordeste do Estado, e Soure, no Arquipélago do Marajó. Os acusados respondem por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e furtos. As prisões resultam da continuidade da Operação Dionísio, iniciada na sexta-feira passada (22), com o objetivo de reprimir crimes como tráfico de drogas, e intensificar as ações de segurança pública no período que antecede ao Carnaval nas cidades do interior paraense.

Com as 16 prisões realizadas no último dia 22, já são 41 acusados fora de circulação no interior do Pará, devido à operação coordenada pela Diretoria de Polícia do Interior (DPI).

Hoje, mais 15 pessoas foram presas em Baião por policiais civis vinculados à Superintendência Regional do Baixo Tocantins, sediada em Abaetetuba. A ação contou com o apoio de policiais civis do NAI (Núcleo de Apoio à Investigação) da região do Baixo Tocantins e da 3ª Região Integrada de Segurança Pública (3ª Risp), situada no nordeste paraense.

“Foram 17 mandados judiciais de prisão e 15 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça. Dentre os 15 presos em flagrante, seis são mulheres”, informou a delegada Renata Gurgel, titular da Superintendência Regional do Baixo Tocantins. Também foram apreendidas três armas de fogo, 194 porções de maconha, meio tablete de maconha e 15 porções de pedras de óxi de cocaína. Em Baião, a operação contou com a participação de 64 policiais civis.

___________ MATÉRIA CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ___________

Em Soure, que faz parte da 5ª Região Integrada de Segurança Pública (5ª Risp), policiais civis vinculados à Superintendência Regional do Marajó Oriental efetuaram 10 prisões em flagrante. “Foram desbaratadas duas gangues que agiam fazendo baderna, comercializando drogas e praticando pequenos furtos no município de Soure”, disse o delegado Rodrigo Amorim, titular da Superintendência Regional.

Segundo o delegado, o objetivo da operação em Soure foi dar mais tranquilidade à população durante o Carnaval. Foram expedidos pela Justiça 17 mandados judiciais de prisão. Entre os presos estão Alcebíades da Gloria Aires Neto; Fabrício Gonçalves Macedo; Sandro Palheta Silva; Lilian Silva Ferreira; Liliana Silva Ferreira; Pedro Paulo Souriense Neto; Elder Castro Cruz; Vitorino Figueredo Pantoja; Edicezimar Silva Castro e Alexandro Silva Santos. Todos estão à disposição da Justiça.

A Operação Dionísio, iniciada no último dia 22 já com 16 pessoas presas por envolvimento com o comércio ilegal de entorpecentes, prosseguirá até o próximo dia 28, sob a coordenação da Diretoria de Polícia do Interior. Prisões foram realizadas em diversas cidades do interior, em cumprimento a mandados de busca e apreensão relacionados a pontos de tráfico de drogas, e para cumprir mandados de prisão contra envolvidos em tráfico e homicídios.

Segundo o diretor de Polícia do Interior, delegado José Humberto Melo, a Operação Dionísio também é chamada de Operação Pré-Carnaval, já que a ação policial atua de forma preventiva antes dos dias de folia para evitar ocorrências de crimes, principalmente o tráfico de drogas, nas cidades que atraem maior número de foliões.

Agência Pará

Texto: Walrimar Santos/ Polícia Civil – PA

SEM COMENTÁRIO