Polícia

Polícia Civil e Polícia Militar desarticula quadrilha especializada em “SAPATINHO”

Delegado Miranda
Delegado Miranda

Policiais Civis sob o comando do delegado Miranda superintendente da Regional do Araguaia Paraense, em conjunto com o Grupo Tático Operacional (GTO), da Polícia Militar de Xinguara, sob o comando do Tenente Lino, realizou uma operação conjunta que resultou na prisão de nove pessoas de uma quadrilha especializada em assalto, trafico de drogas e no famoso sapatinho, uma ação onde eles sequestram gerentes de bancos, empresários, ou seja, pessoas que tem, ou, mexem com muito dinheiro, depois obrigam a vitima buscar dinheiro e depois entregar aos bandidos.

Equipe que participou da operação
Equipe que participou da operação

A operação que começou na quarta-feira (29), e foi realizada na PA 279, está sendo concluída nesta quinta-feira (30), com a apresentação dos integrantes da quadrilha. Como já foi citados nomes de quatro deles em uma matéria veiculado hoje neste site, agora os outros cinco nomes foram divulgados. Entre os nomes aparece uma mulher, Regina Gilene da Silva Barros, Weverton Nazaro do Nascimento, Vanderson da Silva, Alan de Paula França e Valdivino Pinheiro Junior, foram apresentados na delegacia de Polícia Civil de Xinguara na tarde desta quinta-feira por volta das 14:30h.

O delegado superintendente, Dr. Antônio Carlos Miranda, concedeu uma entrevista e contou como se deu a desarticulação dessa quadrilha. Segundo o delegado Miranda a quadrilha vinha sendo seguida e ontem quarta-feira, a Superintendência do Araguaia Paraense com o apoio do Grupo Tático seguiram parte dos integrantes da facção criminosa até a cidade de Água Azul do Norte, onde eles embarcaram em um carro particular momento em que outros elementos compuseram o grupo, após a união de todos foi feito a abordagem e foi encontrada uma arma de fogo e uma quantidade de drogas.

Acusados de fazerem parte da associação criminosa
Acusados de fazerem parte da associação criminosa

Após a prisão em Água Azul, foi montada operação barreira na tentativa de pegar mais algum integrante do bando, onde resultou na prisão de dois quilos de “CRACK” na cidade de Ourilândia do Norte. Miranda frisou a especialidade da quadrilha, que é em sapatinho, trafico de drogas e roubo a empresas, eles iam fazer dois roubos em duas empresas na cidade de Ourilândia do Norte e com capitalização dos valores em dinheiro oferidos dos roubos eles realizariam um sapatinho naquela área, ou seja, eles estavam se estruturando para comprar armas para cometer o crime de sapatinho, que é a verdadeira especialidade da quadrilha.

Com o trabalho de investigação das Polícias Civil e Militar, a ação criminosa foi interceptada, o crime aconteceria na noite da quarta-feira (29), mas graças ao excelente trabalho conjunto dos policiais os bandidos foram presos antes de cometer o crime.

Regina, Weverton e Vanderson que são da cidade de Goianésia do Pará, foram presos em Água Azul do Norte, quando embarcavam em um carro particular para seguir viagem até Ourilândia do Norte, Alan, motorista do carro também foi preso na hora. Valdino foi preso em Ourilândia acusado de fazer parte da quadrilha, inclusive Valdivino é foragido da Justiça de Paraiso do Tocantins, onde responde por dois roubos, é condenado por 08 anos e tem um mandato de prisão em seu nome.

O delegado Miranda disse que todos têm passagem pelo Polícia, dois deles tem passagem por roubos, um em Imperatriz – MA, outro em Marabá, a mulher e o outro comparsa é suspeito de dois “sapatinhos”, um praticado em Rondon e outro em Jacundá, ambos no Pará. Era uma quadrilha que vinha agindo clinica em geral, roubo de cargas em rodovias, sapatinho, trafico de drogas dentre outros crimes, o mais importante é que está quadrilha que vinha agindo nesta região foi desarticulada.

O delegado disse que o trabalho que vinha sendo realizado desde o ano passado, vai continuar. “É importante destacar a grande parceria, não é um trabalho só da Polícia Civil, é um trabalho conjunto da Polícia Civil e Polícia Militar, isso tudo é resultado da parceria entre as duas entidades, ontem a noite ficou mais uma vez provado com a prisão de nove pessoas, sendo uma quadrilha que praticaria dois assaltos na mesma data e a outra associação voltada ao trafico de drogas, onde foi presos quatro indivíduos com dois quilos de “CRACK”. Declarou o superintendente Miranda.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo