BelémPolícia

Polícia Civil prende em flagrante dois oficiais de Justiça por crime de concussão em Belém

A Polícia Civil prendeu em flagrante, nesta sexta-feira, 24, dois oficiais de Justiça por crime de concussão (extorsão praticada por servidor público). Eles são acusados de exigir a quantia de R$ 3 mil como forma de pagamento para não apreender um carro, que supostamente, estaria com mandado de busca e apreensão decretado pela Justiça do Pará. Os presos são João Luiz da Rocha Melo, 50 anos, e Almiro Carvalho de Oliveira, 52. Eles foram presos, perto de um shopping center, no bairro da Campina, em Belém, por policiais civis da Divisão de Investigações e Operações Especiais, no momento em que recebiam o dinheiro.

De acordo com o delegado Neyvaldo Silva, diretor da DIOE, as vítimas da extorsão foram abordadas pelos acusados, na noite de anteontem, em um condomínio fechado, em Belém. Em depoimento, elas informaram que, após se identificarem como oficiais de Justiça, os dois teriam alegado que tinham em mãos um mandado de busca e apreensão do carro das vítimas que estaria com pagamento atrasado.

Mesmo depois de as vítimas alegarem que o pagamento estava em dias, os oficiais insistiam em apreender o carro. Contudo, segundo as vítimas, como forma de não apreender o veículo, os oficiais de Justiça exigiram R$ 3 mil. “Como era de noite e não havia como sacar todo o dinheiro, foi combinado o pagamento de R$ 500, quantia paga ainda na noite de anteontem, e o restante – R$ 2,5 mil – seria pago depois”, explica o policial civil.

As vítimas procuraram o Tribunal de Justiça, que as encaminhou para a DIOE, onde foi montada uma equipe policial, sob comando do delegado Antônio Benone, para fazer o flagrante. Para tanto, todas as cédulas de R$ 100 dos R$ 2,5 mil foram fotocopiadas. No momento em que o dinheiro estava sendo pago aos acusados, o crime foi flagrado pela equipe de policiais da DIOE. Os oficiais de Justiça foram autuados em flagrante pelo crime de concussão, que tem pena prevista de 2 a 8 anos de reclusão. (Fonte: site da Polícia Civil do Pará)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo