Polícia Civil

Polícia Civil prende no Goiás dois envolvidos na morte de empresário que teve dedos cortados em Parauapebas

A Polícia Civil de Parauapebas com apoio da Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos da Polícia Civil de Goiás, prendeu nesta quarta-feira (9), Isaque de Oliveira e Carlos Eduardo Sousa Dias. Ambos suspeitos da morte do empresário Adilson Antônio Martins, ocorrida no mês de agosto, na zona rural de Parauapebas.

Segundo informações, Adilson Antônio possuía diversos empreendimentos na cidade e desapareceu na noite do dia 31 de julho, sendo encontrado sem vida no dia 02 de agosto, nas proximidades da Estrada Paulo Fonteles. Na ocasião, Adilson teve dois dedos arrancados, e foi deixado com as mãos e pés amarrados, no mesmo dia, dois elementos foram flagrados realizando saques da conta bancária da vítima, utilizando suas impressões digitais, por meio dos dedos levados.

Empresário foi encontrado morto em Parauapebas

Após uma extensa investigação, a Divisão de Homicídios da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas conseguiu lograr êxito na prisão do primeiro envolvido identificado como Ailton Silva Coelho, e agora, na prisão de Isaque e Eduardo, capturados em Goiânia.

Primeiro envolvido que foi preso em Parauapebas

Eles foram conduzidos para a delegacia local e deverão ser transferidos para Parauapebas o mais breve possível.

Fonte: Portal Pebinha de Açúcar

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo