Polícia Civil

Polícia confirma envolvimento de 3ª pessoa na morte de jovem

Titular da Divisão de Homicídios da Polícia Civil de Marabá confirma que a participação de uma terceira pessoa é certa. Corpo de Flávia Bezerra foi encontrado na noite desta quinta (26) em Jacundá no sudeste paraense

A Divisão de Homicídios de Marabá investiga a participação de uma terceira pessoa na morte e ocultação do corpo de Flávia Alves Bezerra, que estava desaparecida desde o último dia 15 de abril, em Marabá no sudeste paraense. O desfecho trágico, após 11 dias de buscas, manifestações realizadas e a repercussão que o caso tomou em toda a cidade e região, foi culminado com a prisão dos suspeitos da morte da jovem, Willian Araújo Sousa e sua companheira, Deidyelle Oliveira Alves e na localização do corpo de Flávia, na noite desta quinta-feira (25).

Os delegados Walter Ruiz, Leandro Pontes e Simone Felinto, da divisão de homicídios local, deram uma entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (26) na sede da 10ª Risp, Superintendência de Polícia Civil de Marabá. A ação foi designada para a divisão, pelo superintendente, delegado Vinícius Cardoso, por conta da complexidade do caso.

Veja mais:

De acordo com o delegado Walter Ruiz, titular da divisão de homicídios, alguns elementos informativos apareceram durante a investigação que estão sendo trabalhados no cerne da questão, que revela a possível participação de uma terceira pessoa no crime. “Há a apuração desse fato na investigação, um outro envolvido, e isso possivelmente será remetido ao Poder Judiciário e essa pessoa também será responsabilizada”, declarou o delegado Walter.

Delegado Walter Ruiz, titular da divisão de homicídios em Marabá |Elioenay Brasil/RBATV

Ainda segundo o delegado, essa terceira pessoa já foi identificada, está sendo qualificada e a divisão irá apurar com maior detalhes. “Com maior precisão, o envolvimento dessa pessoa na materialidade eletiva, no delito em si, as circunstâncias em que se deram essa participação e remeter ao Poder Judiciário”, declarou Walter Ruiz, aguardando assim a ordem judicial para a prisão desse terceiro suspeito.

Convite divulgado nas redes sociais para o velório de Flávia Bezerra |Divulgação

LOCALIZAÇÃO DO CORPO

Em entrevista na manhã desta sexta (26), o titular da divisão de homicídios da Polícia Civil de Marabá informou como eles conseguiram localizar o corpo de Flávia Alves Bezerra. Segundo o delegado, a custodiada Deidyelle de Oliveira Alves, esposa do tatuador Willian Araújo Sousa, que foi presa em Tucuruí na tarde desta quinta (25), indicou o local onde o corpo estaria. O corpo foi localizado em Jacundá, distante cerca de 100 quilômetros de Marabá. “Estamos apurando a participação desse terceiro indivíduo nessa situação”, explicou.

O corpo de Flávia Alves Bezerra está sendo velado na escola Deuzuita Melo de Albuquerque, localizada no bairro Laranjeiras.

(Fonte: DOL CARAJÁS)

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo